Domingo, 21 de Dezembro de 2014
Pesquisa na RTP Açores - Informação e Desporto

Comentadores /
Aníbal Pires

Consenso em defesa dos interesses dos Açores

Publicado: 2012-04-11 17:30:27 | Actualizado: 2012-04-11 17:30:27
Por: António Gil
Consenso em defesa dos interesses dos Açores

Em relação às questões que dizem respeito à Base das Lajes, a atitude do PCP Açores tem sido sempre de seriedade e grande responsabilidade política. O PCP tem uma posição conhecida sobre os assuntos de política externa e internacional que é sobejamente conhecida.


A avaliação da atuação político-militar dos Estados Unidos da América é manifestada nos espaços e momentos próprios. Mas tal não impede a organização do PCP nos Açores, nem poderia nunca impedir, de defender com toda a convicção e com toda a firmeza os interesses da Região, designadamente nos momentos em que poderão estar em causa alterações, não ao quadro do relacionamento bilateral entre estados, nem á perda de importância geoestratégica da Região mas, à forma como os Estados Unidos pretendem manter a sua presença e potencial na Base das Lajes e às repercussões negativas que daí possam advir para a economia terceirense e para e economia regional.

E foi justamente em nome do interesse dos Açores e não com preocupações com objetivos orçamentais estado-unidenses ou, com as alterações estratégicas no seu dispositivo militar no estrangeiro que a Representação Parlamentar do PCP apresentou um Projeto de Resolução, na ALRAA, que visava a defesa dos interesses dos trabalhadores portugueses ao serviço das forças armadas dos Estados Unidos e, por essa via a salvaguarda da Terceira e da Região.

O PCP Açores procurou, assim, apresentar uma proposta que juntasse a firmeza negocial em relação aos postos de trabalho na Base, com a necessidade de um consenso que reforçasse a posição açoriana.

A dinâmica do debate parlamentar e o sentido de responsabilidade evidenciado por todos os partidos com assento na ALRAA proporcionaram um entendimento e um consenso alargado, sobre esta sensível questão.

O entendimento conseguido, com base em 3 Projetos de Resolução (PCP, PS e PSD), resultou na apresentação de um projeto subscrito por estes 3 partidos ao qual se juntou o CDS/PP.

A posição açoriana saiu reforçada e evidencia firmeza negocial. Os Açores, contrariando os arautos da inferioridade, afirmaram com rigor e consciência a sua importância geoestratégica independentemente de cenários e estratégias conjunturais e, ao contrário do que tem sucedido em anteriores negociações os Açores não partem derrotados, à partida, para a mesa negocial.

Na política, como na vida, há momentos definidores, em que a postura que assumimos nos define e marca de forma indelével. Este terá sido um de outros momentos da história parlamentar açoriana.

Aníbal C. Pires, Ponta Delgada, 27 de março de 2012

www.anibalpires.blogspot.com

 
Aníbal Pires Aníbal Pires ANIBAL DA CONCEIÇÃO PIRES, 52 Anos, natural de Castelo Branco, casado, 3 filhos, professor na Escola Básica Integrada Canto da Maia – Ponta Delgada.

Alguns dados curriculares:

Licenciado em Ensino de Educação Tecnológica;
Mestrado em Relações Interculturais (Política Intercultural);
É Doutorando em Geografia Humana (Migrações Internacionais), no Departamento de Geografia da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa
Integra o grupo de “stakehoulders” portugueses no projecto “Social Polis”;
Foi Presidente do Conselho Directivo da Escola Preparatória dos Arrifes (1990-1996);
Foi eleito na Assembleia Municipal de Ponta Delgada em 2001/2005;
Coordenador Regional do PCP e da CDU Açores (desde Abril de 2005)
Dirigente do Sindicato dos Professores da Região Açores (SPRA);
Foi membro do Conselho Nacional da FENPROF;
Foi membro do Conselho Regional de Concertação Estratégica (Região Autónoma dos Açores), em representação dos Sindicatos Independentes;
Membro Fundador da Associação dos Imigrantes do Açores (AIPA);
Foi Vice-presidente da Associação dos Imigrantes nos Açores (AIPA);
Colaborador da Associação Caboverdiana de Setúbal (ACVS);
Integrou desde a génese, na qualidade de dirigente da AIPA e colaborador da ACVS, a Plataforma das Estruturas Representativas das Comunidades Imigrantes em Portugal (PERCIP);
Colaborador e Colunista na imprensa da Região Autónoma dos Açores (Açoriano Oriental, A União, Expresso das Nove);
Foi comentador residente na Rádio Açores/TSF no programa de análise política regional, nacional e internacional, “Conversa a 4”
Foi Coordenador do Departamento de Formação Profissional do STFPSA;
Fundador do Clube Desportivo Escolar da Escola Preparatória de Arrifes sendo, actualmente o Presidente da Mesa da Assembleia Geral;
Fundador da Associação de Andebol de São Miguel (7 de Dezembro de 1994) na qual exerceu vários cargos de Direcção;
Foi Presidente da Assembleia Geral da União das Associações de Andebol dos Açores;
Colabora em equipas multidisciplinares de estudos e projectos;
É fotógrafo amador;
Deputado Regional;

2012-04-11 17:30:27 Aníbal Pires Consenso em defesa dos interesses dos Açores
2012-01-16 16:21:54 Aníbal Pires Cuidemos do nosso jardim
2011-06-08 15:56:04 Aníbal Pires Partir e chegar
2011-05-18 16:26:28 Aníbal Pires A autonomia e a troika
2011-04-13 18:18:11 Aníbal Pires Teimosia ou burrice
2011-03-09 14:41:03 Aníbal Pires Geodúvidas
2011-02-01 16:42:56 Aníbal Pires O Mar
2010-11-25 11:31:27 Aníbal Pires A Europa para lá do Euro
2010-10-29 14:39:18 Aníbal Pires IVA, IRS e investimento público
2010-09-23 17:07:19 Aníbal Pires Produzir pobres
2010-09-15 15:02:13 Aníbal Pires Continuamos em diferido
2010-09-09 17:32:08 Aníbal Pires 35 anos a repetir dia-a-dia a criação do mundo
2010-08-16 17:27:44 Aníbal Pires 100 anos de República (5)
2010-08-06 18:27:03 Aníbal Pires 100 anos de República (4)
2010-07-15 11:49:26 Aníbal Pires 100 anos de República (3)
2010-06-30 12:38:22 Aníbal Pires 100 anos de República (2)
2010-06-16 14:45:04 Aníbal Pires 100 anos de República (1)
2010-06-16 18:26:27 Aníbal Pires Software livre
2010-05-12 11:47:35 Aníbal Pires Clichés
2010-05-07 17:08:51 Aníbal Pires Acreditar! Ou não.