Economia

Agricultores do Pico desconfiam do controlo feito ao Pombo Torcaz (Som)

O presidente da associação de agricultores do Pico diz que a legislação existente para controlo do Pombo Torcaz não é eficaz.

Renato Vieira refere que o método adotado não é adequado porque os horários dos trabalhadores da função pública não coincidem com as horas de alimentação dos pombos.

O líder dos agricultores do Pico defende que o controlo desta espécie protegida deve ser feita por ilha.

Se as atuais regras não forem alteradas, Renato Vieira diz que as áreas agrícolas vão continuar a ser afetadas pelo Pombo Torcaz. 

Antena 1 Açores