Graciosa Online

Taxa reduzida - VÍDEO

Graciosenses pagam menos IRS em 2017



Nos últimos 3 anos a autarquia graciosense manteve a tava do IRS no máximo de 5%. Mas a proposta do presidente da Câmara, aprovada já em Assembleia Municipal, reduz a participação variável para 3% em 2017. 

A oposição absteve-se, considerando que o executivo poderia abdicar das verbas do IRS na totalidade, que são pouco mais de 90 mil euros. 

A maioria socialista que suporta a Câmara Municipal está disponível para continuar a baixar este imposto, mas o PSD desconfia da boa vontade, já que 2017 é ano de autárquicas. 

Nesta revisão da matéria fiscal, a Assembleia Municipal aprovou também a isenção da Derrama às empresas e a manutenção do IMI-familiar que será cobrado à taxa mínima.