Local

Extinção de empresas municipais faz aumentar dívida da Câmara das Velas (Som)

A Câmara das Velas, em São Jorge, poderá ver agravado o seu endividamento em três milhões e meio de euros por causa das empresas municipais.

O alerta é feito pelo Tribunal de Contas que, durante uma auditoria às contas da autarquia, descobriu que o município também atribuiu apoios ilegais.

Uma prática de que é acusado Manuel Silveira, o anterior presidente da câmara.

Além de extinguir a empresa municipal Velas Futuro, a autarquia terá, também, que liquidar a sociedade anónima Terra de Fajãs, que tem dívidas à banca, ao Estado e a fornecedores.

Segundo o Tribunal de Contas, a câmara das Velas, ao assumir as dívidas das duas empresas municipais, ultrapassa o seu nível de endividamento.

Antena 1 Açores