Sociedade

Descoberta científica ajuda a prever início da doença de machado-joseph (vídeo)

Um grupo de investigadores da Universidade dos Açores descobriu um gene que vai ajudar a prever, com maior exatidão, o início da doença de machado-joseph e a forma como se irá desenvolver.

No estudo foram utilizadas como referência 200 pessoas portadoras da doença.

O trabalho publicado, em dezembro último, na revista " Archives of Neurology" foi realizado pela Universidade dos Açores em colaboração com o Serviço de Neurologia do Hospital Divino Espírito Santo de Ponta Delgada, o Instituto de Biologia Molecular e Celular do Porto e da médica brasileira Laura Jardim.

Nos Açores cerca de 70 pessoas estão diagnosticadas com a doença de machado-joseph, das quais 40 vivem na ilha das Flores.

 

Notícia vídeo: Telejornal