Sociedade

Trabalhadores das Lajes não querem ser trocados por contrapartidas militares (Vídeo)

A comissão representativa dos trabalhadores da Base das Lajes exige que o Estado Português deixe de aceitar contrapartidas militares pela redução da presença norte-americana na ilha Terceira.

A posição foi manifestada, domingo à tarde, durante a vigília promovida pela CGTP-Açores, que reuniu cerca de trezentas pessoas na Praia da Vitória.

Roberto Monteiro, presidente da Câmara da Praia, marcou presença na concentração e pediu às autoridades portuguesas para não se deixarem enganar pelo argumento da redução do número de escalas de aviões militares na Base das Lajes.

Telejornal