Ouvir
Manhã - Antena 1 (2ª Parte)
Em Direto
Manhã - Antena 1 (2ª Parte)

Discos

António Chainho - "Cumplicidades" ao vivo

|

António Chainho - Cumplicidades ao vivo

Próximos concertos:
  • 04 DE SETEMBRO – FESTIVAL SOU DO FADO
  • 06 DE SETEMBRO – FESTA DO AVANTE
  • 19 DE SETEMBRO – FESTIVAL CAIXA ALFAMA

António Chainho vai apresentar o seu mais recente trabalho “Cumplicidades – 50 Anos de Carreira” em três concertos em Setembro: dia 4 (sexta-feira) no Festival Sou do Fado (Teatro Nacional São Carlos), dia 6 (domingo) na Festa do Avante (Palco 1º de Maio) e a 19 no Festival Caixa Alfama (Lisboa).
Festival “Sou do Fado” (Largo de São Carlos a 4 Set): será um concerto puramente instrumental, que percorrerá a extensa obra instrumental do Mestre Chainho, contando para o efeito com importantes convidados como o basco Kepa Junquera no acordeão, Marta Pereira da Costa na Guitarra Portuguesa e o trompetista português, residente em Londres, Raul D’Oliveira, músico que tem integrado recentemente digressõesde artistas como Sting ou Elton John.
Festa do Avante (Auditório 1º de Maio a 6 de Set): um concerto voltado para o lugar da música portuguesa no contexto da world music, o mais próximo do seu recente disco “Cumplicidades” e onde Chainho será acompanhado pelas grandes vozes cúmplices de Paulo de Carvalho, Ana Bacalhau (Deolinda), Filipa Pais, Hélder Moutinho e o Grupo Coral e Etnográfico da casa do Povo de Serpa, talvez o mais importante grupo de Cante Alentejano da atualidade, e ainda pelo trompetista Raul D’Oliveira.
Festival Caixa Alfama (Palco Caixa a 19 Set), trata-se de um concerto de Mestre António Chainho centrado no seu repertório de Fado, quer instrumental, quer cantado, assim como em diferentes temas cantados que cruzam o Fado com a música brasileira e africana, retirados da sua extensa discografia, contando com o regresso ao Fado por parte de Paulo de Carvalho, voz única e um dos mais prolíficos compositores de Fado dos últimos 20 anos, da cantora e fadista Filipa Pais, voz singular com uma discografia própria no Fado, e Ana Vieira, versátil cantora que a par de Filipa Pais têm acompanhado o Mestre nas suas tournées dos três últimos anos.
Para este três concertos, Mestre António Chainho será acompanhado pela sua banda, constituída por Ciro Bertini (baixo, acordeão e direção musical), Tiago Oliveira (viola), Ruca Rebordão (percussão) e Diogo Carvalho (percussão).
“Aprender a Sorrir” com participação de Vanessa da Mata é o single de apresentação de “Cumplicidades – 50 Anos de Carreira”, o mais recente trabalho do Mestre e um tributo pessoal à viagem de uma vida, de uma carreira de 50 anos e, num certo sentido, a expressão máxima de uma visão muito própria do lugar da Guitarra Portuguesa na música.
Para o concretizar, Mestre António Chainho chamou pela primeira vez um grande número de artistas Portugueses para com ele colaborarem. Rui Veloso, Pedro Abrunhosa, Paulo de Carvalho, Ana Bacalhau (Deolinda), Sara Tavares, Fernando Ribeiro (Moonspel), Hélder Moutinho Paulo Flores, Kepa Junquera, Raul D’Oliveira ou Grupo Etnográfico da Casa do Povo de Serpa, todos responderam ao desafio de interpretarem com António Chainho uma nova composição do mestre. O mesmo aconteceu com a cantora e compositora brasileira Vanessa da Mata, que participa no tema “Aprender a Sorrir”, single de apresentação deste novo trabalho.
Os 50 Anos de Carreira de Mestre António Chainho têm o apoio da Associação Mutualista Montepio no âmbito das comemorações dos seus 175 anos. “Cumplicidades” tem ainda o apoio da Sociedade Portuguesa de Autores e do Museu do Fado.





ALINHAMENTO:

1.APRENDER A SORRIR
Música - António Chainho / Letra - Tiago Torres da Silva
Voz - Vanessa da Mata (Artista gentilmente cedido por Sony
Music Brasil / Garvado nos Estúdio Nas Nuvens)
António Chainho : Guitarra Portuguesa / Ciro Bertini : Baixo eléctrico,melódica,acordeão,flautas / Tiago Oliveira: Violas / Ivo Costa: Bateria Ruca Rebordão: Percussões
2.O CARTOLA
Música - António Chainho / Letra - Paulo Abreu Silva
Voz e guitarra acústica - Rui Veloso (Artista gentilmente cedido por Warner Music Portugal, Lda)
António Chainho : Guitarra Portuguesa / Ciro Bertini : Baixo de fado Tiago Oliveira: Viola
3.CERTO DIA
Música - António Chainho / Letra - Ana Bacalhau
Voz - Ana Bacalhau
António Chainho : Guitarra Portuguesa / Ciro Bertini : Baixo de fado, triângulo, bombo popular e paus / Tiago Oliveira: Viola
4.CUMPLICIDADES
Música - António Chainho
António Chainho : Guitarra Portuguesa / Ciro Bertini : Baixo de fado Tiago Oliveira: Viola
 5.FADO ÁUREO
Música - António Chainho / Letra - Paulo de Carvalho
Voz - Paulo Carvalho
António Chainho : Guitarra Portuguesa / Ciro Bertini : Baixo de fado Tiago Oliveira: Viola
6.O MOINHO
Música - António Chainho / Letra - João Monge
Voz - Helder Moutinho e Coro Coral de Serpa
António Chainho : Guitarra Portuguesa / Ciro Bertini : Baixo de fado Tiago Oliveira: Viola / Sons Ambientes gentilmente cedidos Manuel Rocha
7.RISO DE CABÍRIA
Música - António Chainho / Letra - Tiago Torres da Silva
Voz - Ana Vieira
António Chainho : Guitarra Portuguesa / Ciro Bertini : Baixo
Tiago Oliveira: Viola
8.VOLTA NÃO VOLTA
Música - António Chainho / Letra - João Monge
Voz - Filipa Pais
António Chainho : Guitarra Portuguesa / Ciro Bertini : Contrabaixo eléctrico e adufes / Tiago Oliveira: Viola / Carlos Lopes: Acordeão
Ruca Rebordão: Percussões
 9.OS MOINHOS DA MINHA INFÂNCIA
Música - António Chainho
António Chainho : Guitarra Portuguesa / Ciro Bertini : Baixo de fado Tiago Oliveira: Viola
10.MEU CORAÇÃO
Música - António Chainho / Letra - Paulo Flores
Voz - Paulo Flores
António Chainho : Guitarra Portuguesa / Ciro Bertini : Baixo de fado Tiago Oliveira: Violas
11.RUMO DI MAR
Música - António Chainho / Letra - Tiago Torres da Silva
Voz e Ocean Drum - Sara Tavares
António Chainho : Guitarra Portuguesa / Ciro Bertini : Baixo eléctrico Tiago Oliveira: Viola de aço / Jon Luz: Violões e cavaquinho
Ivo Costa: percussões
12.VOU DAQUI
Música - António Chainho / Ciro Bertini / Ana Vieira
Letra e Vozes - Ana Vieira e Filipa Pais
António Chainho : Guitarra Portuguesa / Ciro Bertini : Baixo eléctrico Tiago Oliveira: Violas / Ivo Costa: Bombo popular e tarola
13.NOTAS EM MOVIMENTO
Música - António Chainho
António Chainho : Guitarra Portuguesa / Kepa Junkera: Trikitixa
Ciro Bertini : Baixo de fado, teclados / Tiago Oliveira: Violas
Ivo Costa: bateria / Ruca Rebordão: percussões
14.UMA GUITARRA JUNTO AO PEITO
Música - António Chainho / Letra - Helder Moutinho
Voz - Helder Moutinho
António Chainho : Guitarra Portuguesa / Ciro Bertini : Baixo de fado Tiago Oliveira: Viola
15.BREVE E BELO É O CISNE
Música - António Chainho / Letra - Pedro Abrunhosa
Voz - Pedro Abrunhosa
António Chainho : Guitarra Portuguesa / Ciro Bertini : Baixo de fado Tiago Oliveira: Viola / Piano: Eurico Amorim
 16.O FADO QUE NÃO EXISTE
Música - António Chainho / Letra - Fernando Ribeiro
Voz - Fernando Ribeiro
António Chainho : Guitarra Portuguesa / Ciro Bertini : Baixo de fado e sampler / Tiago Oliveira: Viola
17.AGNES
Música - António Chainho / Ciro Bertini / Ana Vieira
Voz e letra - Ana Vieira
António Chainho : Guitarra Portuguesa / Ciro Bertini : Acordeão e flautas / Tiago Oliveira: Viola
18.DEAMBOLANDO PELO ALENTEJO
Música - António Chainho
Raul d'Oliveira: Trompete
António Chainho : Guitarra Portuguesa / Ciro Bertini : Baixo de fado Tiago Oliveira: Viola



Mestre António Chainho tem 77 anos de vida e chega aos 50 de carreira na música, com uma mesma paixão: a Guitarra Portuguesa.
De instrumentista acompanhante e produtor de várias gerações de fadistas, a compositor e solista, Mestre António Chainho foi-se descobrindo como músico e como decano na música ao longo de cinco décadas, um tempo invejável de maturidade, plenitude e de solidariedade, e acima de tudo de cumplicidade. Desde logo, uma cumplicidade com a Guitarra Portuguesa mas também com outros artistas e músicos e, inevitavelmente, com outras culturas e sonoridades - distintas do fado e da tradição da canção Portuguesa - com as quais não hesitou em casar este difícil instrumento. O resultado são múltiplos afetos e amigos espalhados pelos quatro cantos do mundo, e claro, uma discografia musicalmente variada, culturalmente arejada e humanamente partilhada. Com o tempo, Mestre António Chainho tornou-se um outro homem, num outro mundo. A si e à Guitarra Portuguesa o deve.

“Cumplicidades” foi produzido por António Chainho e pelo seu diretor musical Ciro Bertini, com a assistência de Tiago Oliveira, e contém mais de uma dezena de novas canções originais onde colaboram igualmente as cantoras que o acompanham todos os dias, Ana Vieira e Filipa Pais, assim como um conjunto significativo de instrumentais para Guitarra Portuguesa onde António Chainho se faz acompanhar de outros instrumentistas de renome como o acordeonista Kepa Junquera ou o trompetista Raul D’Oliveira, entre outros.

Mestre Antonio Chainho
www.antoniochainho.com
www.facebook.com/AntonioChainhoOficial