Ouvir
Tarde - Antena 1
Em Direto
Tarde - Antena 1

Discos

Disco A1: UHF - "A Minha Geração"

|

Disco A1: UHF - A Minha Geração



"A Minha Geração" é o título do 15.º disco de originais dos UHF, que reúne dez canções escritas por António Manuel Ribeiro, fundador da banda. A canção-título, que abre o CD, foi o primeiro single com divulgação radiofónica, agora revista em vídeo, com concepção e realização de David Monge e assistência de imagem de Paulo Inácio.

*****

Ana Sofia Carvalheda conversou com António Manuel Ribeiro, líder e compositor da banda que está a celebrar este ano 35 anos de percurso musical e que edita o seu 15.º disco de originais:"A Minha Geração"!
Um album com 10 canções gravado e misturado por João Martins e produzido de António Manuel Ribeiro entre 17 de Abril de 2012 e 30 de Abril de 2013 nos Estúdios Ponto Zurca em Almada.
Todas as canções foram compostas por António Manuel Ribeiro.



A proposito deste disco escreveu António Manuel Ribeiro:

"Havia frio e chuva naquela praceta, vento a rodopiar um pedaço de jornal que o dia esquece.
O Sol fugia com pressa pelo meio-dia, passava no alto dos prédios a sul, escondido pelo cimento erguido dos lares fechados. Era aqui o nosso estúdio, onde habitámos o grosso dos dias entre 28 de Janeiro e o início de Maio, mais intensamente em Fevereiro e Março, que os concertos começaram a chegar e nós à espera deles para a purificação. Almada.
Gravámos um lote gigante de canções, de onde saíram estas dez. Umas ficaram para trás, guardei-as para outras fantasias.
Este disco, a que demos o título da canção que sempre nos emocionou desde os ensaios, chama-se singularmente "A Minha Geração": faço as contas, solto das sombras o ácido; não me lamento, não sou de lamentos. "A Minha Geração" fala de nós, a canção e o disco, do que somos hoje e do que os mais novos se podem tornar.
O trovador acicata as palavras na melodia para despertar o consciente: os autores somos nós, por decisão ou omissão. Este é um disco adulto, prenhe de rock and roll, balanceado entre Lisboa e a Califórnia, Los Angeles, vocês perceberão porquê.
Nasceu sobre uma mesinha que tenho na sala, folhas brancas e o sangue azul da caneta. Olhava o espelho cinza da TV apagada e o reflexo da parceira acústica de 6 cordas - Gibson Dove '60 - a mim abraçada. E foi assim ."





Digressão 2013 (35 Anos)




Biografia


Formação: António Manuel Ribeiro (voz), António Côrte-Real (guitarra), Cebola (baixo), Ivan Cristiano (bateria) e Nuno Oliveira (Teclas)
 
Na primavera de 1979 gravam o primeiro disco da sua carreira, o EP "Jorge Morreu", para uma pequena editora de Lisboa, sem sucesso comercial. A sua reputação consolida-se em múltiplos concertos, primeiro na Grande Lisboa e depois ao longo do país. Chegam, com essa experiência, à gigante Valentim de Carvalho, que edita em 1980 o explosivo "Cavalos de Corrida". Juntamente com "Chico Fininho" de Rui Veloso, estas duas canções fundam o movimento musical que ficará conhecido como "rock português".
No final de 1981 ganham o prestigiado prémio da Casa da Imprensa na categoria de revelação, vendendo mais de 100 mil discos nesse ano. E no início de 1982 gravam o disco de despedida da Valentim de Carvalho, o pré-monitório "Estou de Passagem", transferindo-se, para a Rádio Triunfo/Orfeu. Editam ainda em Novembro o LP "Persona Non Grata", escrito ao longo da digressão deste verão quente dos UHF. Encerram este novo contrato discográfico em 1985, com a gravação do primeiro disco da área rock gravado ao vivo em Portugal – "Ao Vivo em Almada – No Jogo da Noite", que se mantém como o vinil mais raro e caro no mercado de usados.
A partir daí, as mudanças de editora vão tornar-se um dado comum na vida dos UHF Os sucessos radiofónicos sucedem-se e os discos dourados também. DA banda inicial, restará o líder e fundador AMR, autor maioritário do reportório da banda. Entre 1991 e 1998, os UHF integram o catálogo da multinacional BMG, hoje SONY Music, com um leque de grandes canções: “Brincar no Fogo”, "Menina Estás à Janela", "Sarajevo", "Toca-me" e Foge Comigo Maria". Em 1998 decidem tornar-se independentes. De 1998 a 2008 destacam-se temas como "Matas-me com o teu olhar".
Mas também “Quando (dentro de ti)”, “Uma palavra Tua”, “A Lágrima Caiu” e o incontornável hino da modernidade do clube da Luz “Sou Benfica”. Os UHF rondam em 2009 a fantástica cifra de 1500 concertos em Portugal e no mundo, vendendo perto de um milhão de discos.
Estão representados em cerca de 82 colectâneas.

Fonte: FACEBOOK UHF