Ouvir
Hotel Babilónia
Em Direto
Hotel Babilónia Um programa de João Gobern e Pedro Rolo Duarte

Os Dias da Rádio

Quercus - 30 Dicas Ambientais (II)

|

Quercus - 30 Dicas Ambientais (II)

Mais 30 dicas muito práticas e simples sobre as inúmeras contribuições que cada cidadão e/ou cada família podem dar para melhorar o ambiente.
Uma colaboração da Quercus com a Antena 1.



1 - Eficácia luminosa
Existe a ideia errada de associar a luz difundida à quantidade de eletricidade necessária para a produzir. Na verdade, o watt mede a potência e a luz tem a sua própria unidade de medida, o lúmen. A eficácia luminosa mede-se em lúmens por watt, ou seja, diz-nos a quantidade de luz emitida por unidade de potência elétrica. Quanto mais lúmens por watt, melhor.



2 - Borras de café
Sabia que as borras de café são ricas em azoto, potássio e fósforo, sendo portanto um excelente fertilizante para as plantas? Podem ainda funcionar como repelente natural para caracóis, lesmas ou formigas. Basta deixá-las secar e incorporar na terra das suas plantas em vaso.



3 – Inseticida natural
Em alternativa aos inseticidas químicos, existem soluções naturais muito mais baratas, eficazes e que podemos fazer em casa, sem danos ambientais. Para combater pragas em fruteiras, hortícolas e na floricultura, podemos fazer uma calda de sabão azul, água e óleo vegetal, muito eficaz, por exemplo, contra o piolho.



4 – Frutas e legumes com mais pesticidas
Segundo dados divulgados pela Autoridade Europeia de Segurança Alimentar, 45% dos alimentos na União Europeia contêm resíduos de pesticidas. Dentro destes, os morangos, os pêssegos, as maçãs e as alfaces lideram a lista dos mais poluídos, pelo que são exemplos de frutas e legumes que deve comprar biológicos.



5 – Mudança de casa
Mudar de casa implica sempre produzir alguns resíduos. Apesar de a tradição ser o recurso às caixas de cartão, podemos em alternativa dar uso aos sacos reutilizáveis dos supermercados que, além de resistentes, têm as medidas certas para não ultrapassarmos o peso que conseguimos transportar por nós próprios.



6 – Vantagens plástico reciclado
Sabia que um banco feito em plástico 100% reciclado evita que sejam colocados dez mil sacos em aterro? Além disso, o mobiliário feito em plástico reciclado tem outras vantagens, como os reduzidos custos de instalação, a baixa manutenção e uma durabilidade de, pelo menos, 50 anos.



7 – Torneiras a pingar
Se tem uma torneira a pingar continuamente, não adie a resolução do problema. Saiba que dez pingos por minuto equivalem a um copo por hora, seis litros por dia ou um duche por semana. Preservar este recurso escasso é também poupar na fatura ao final do mês, por isso, não facilite.



8 – Substituição de lâmpadas
As lâmpadas incandescentes já foram descontinuadas no mercado europeu, mas ainda existem em algumas habitações. Se é o seu caso, saiba que pode poupar até 90% caso as substitua por lâmpadas de baixo consumo, sejam elas lâmpadas fluorescentes compactas ou, melhor ainda, lâmpadas LED.



9 – Medicamentos fora de uso
De vez em quando, devemos fazer uma revisão à nossa farmácia doméstica, verificando a data de validade e o estado de conservação das embalagens ou dos próprios medicamentos. Tudo o que esteja fora de prazo ou já não seja útil deve ser posto de lado e entregue numa farmácia para ser encaminhado e reciclado.



10 – Evite acumulação gelo no congelador
Uma excessiva acumulação de gelo no congelador pode aumentar o consumo energético deste eletrodoméstico. Por isso, evite a proximidade com fontes de calor e deixe espaço para o ar circular. Quando atingir um centímetro de espessura, significa que está na altura de descongelar o frigorífico.



11 – Bicicleta nas curtas distâncias
Sabia que no espaço ocupado por um automóvel, que transporta muitas vezes apenas uma pessoa, cabem 10 bicicletas? Por outro lado, estima-se que, em comparação com uma viagem de carro, a bicicleta possa ser até duas vezes mais rápida para deslocações dentro da cidade.



12 – Comprar a granel
Já existem várias mercearias que estão a recuperar a tradição de vender exclusivamente a granel, disponibilizando massas, frutos secos, cereais, café ou especiarias em dispensadores individuais com doseadores. Uma boa forma de comprar apenas o que precisamos e reduzir o uso de embalagens.



13 – Papel dos polinizadores
Fala-se cada vez mais do importante papel dos insetos polinizadores e, de facto, a sua existência é fundamental para a nossa própria sobrevivência. Saiba que 3 em 4 garfadas do que comemos estão dependentes da polinização feita pelas abelhas e outros insetos. Ajude-os nessa tarefa e plante flores no seu jardim.



14 – Frigorífico e congelador
Já lhe aconteceu verificar grandes diferenças de temperatura entre os compartimentos de congelação e refrigeração? Esta anomalia pode significar que existe uma fuga do fluido refrigerante do frigorífico, um gás poluente com impacto climático. Se suspeita deste problema, consulte um especialista.



15 – Sumo de laranja nacional
80% de todo o sumo de laranja vendido na Europa é produzido no Brasil e mais de metade do mesmo é vendido sob marcas próprias de grandes supermercados, líderes do mercado europeu. Esta é uma indústria marcada pelo uso excessivo de pesticidas, pelo que deve preferir sempre que possível sumo de laranja nacional.



16 – Ar condicionado do automóvel
Um dos fatores que influencia o consumo de combustível do nosso veículo é o ar condicionado. Devemos por isso assegurar o seu bom funcionamento, estando atentos a maus cheiros ou ao embaciamento dos vidros sem razão aparente, podendo significar uma fuga na refrigeração do ar condicionado.



17 – Reciclagem de cartões multibanco
Já é possível entregar para reciclagem cartões bancários caducados ou em fim de vida útil, independentemente da entidade bancária a que pertencem. Pode fazê-lo em qualquer agência da Caixa Geral de Depósitos que, em parceria com a Extruplás, permitirá incorporar o seu plástico em mobiliário 100% reciclado.



18 – Banco de Bens Doados
Muitos dos resíduos que acabam em aterro são objetos ainda em bom estado e que poderiam ter uma segunda vida. É aqui que entra o Banco de Bens Doados, um projeto da Entrajuda que permite a qualquer pessoa ou entidade entregar bens não alimentares, que depois serão doados a instituições de solidariedade social.



19 – Escolha rolhas de cortiça
A cortiça é uma matéria-prima amiga da nossa floresta e tem na rolha o seu produto mais tradicional. Sabia que a produção e utilização de um vedante de plástico emite 10 vezes mais dióxido de carbono do que uma rolha de cortiça? Se for de alumínio, será 26 vezes mais poluente. Por isso, prefira rolhas e cápsulas de cortiça.



20 – Medir caudal da torneira

Para medir o fluxo de caudal em sua casa conte o tempo que leva a encher um recipiente de um litro com a torneira no máximo. Depois, divida 60 pelo tempo registado, em segundos. Se o resultado exceder os 8 a 9 litros por minuto, significa que o débito é elevado e que deve instalar redutores de caudal.



21 - Pastilhas para máquinas de café: prefira as de papel, sem plástico
As máquinas de café em cápsulas ou pastilhas criaram novas necessidades de consumo e novos resíduos que precisam de ser encaminhados. Dê preferência ao café em pastilhas de papel, em vez das cápsulas de plástico, podendo assim colocar todo o conjunto na compostagem doméstica.



22 – Truques fugas de água
Esteja atento a possíveis fugas de água porque elas nem sempre são percetíveis. No caso do lavatório, seque a humidade e deixe um pedaço de papel higiénico durante a noite. Se de manhã estiver molhado, há uma fuga. No autoclismo, coloque corante alimentar no depósito e aguarde para ver se a água da sanita fica colorida.



23 – Portas do frigorífico
As borrachas que vedam as portas do frigorífico são um elemento importante, pois a sua função é manter o ar frio no interior. Com a utilização, é natural que sequem e ganhem fissuras, pelo que nesse caso devem ser substituídas. Para perceber se continuam firmes, entale uma folha de papel na porta e veja se há resistência ao puxar.



24 – Recolha porta-a-porta
Existem cada vez mais municípios a aderir à recolha porta-a-porta de resíduos sólidos urbanos, um sistema que tem uma taxa de eficácia superior à dos ecopontos. Informe-se na sua cidade e freguesia se existe este tipo de recolha e quais os dias designados para a deposição do plástico, do papel e do lixo indiferenciado.



25 – Óleo de linhaça
A madeira que temos nas nossas casas está sujeita a diversas agressões, como o clima, a poluição, os insetos e os fungos. O óleo de linhaça é usado já há muito tempo para conservar e proteger objetos em madeira. Este produto natural é extraído da semente de linho e portanto livre de quaisquer componentes tóxicos ou perigosos.



26 – Isole bem a casa e evite fugas de calor
Uma das formas de reduzir as perdas de calor no aquecimento das nossas casas é a aposta no isolamento. Numa habitação mal isolada, as fugas de calor dividem-se pelo telhado e as paredes, seguindo-se as janelas, o chão e o sistema de ventilação. Informe-se numa loja da especialidade e comece a poupar na fatura mensal.



27 – Rede Eletrão também recebe pilhas
A Rede Eletrão vai passar a disponibilizar Pontos Eletrão especiais, onde também podemos depositar pilhas e acumuladores. Esta inovação vem facilitar a recolha e reciclagem destes materiais, já que agora nos permite depositar no mesmo local resíduos como lâmpadas, pilhas, baterias e eletrodomésticos em fim de vida.



28 – Adaptação às Alterações Climáticas
As alterações climáticas estão já a ter reflexos no nosso dia-a-dia e é por isso necessário adaptarmo-nos ao que já não podemos evitar. No âmbito do projeto ‘Climadapt local’, 26 municípios portugueses estão a elaborar Estratégias Municipais de Adaptação às Alterações Climáticas, num esforço de dimensões inéditas em Portugal.



29 – Importância dos sistemas dunares
A recuperação dos sistemas dunares constitui cada vez mais uma prioridade nacional. Saiba que os cordões dunares são estruturas geológicas frágeis mas muito importantes, uma vez que assumem um papel de proteção dos terrenos interiores face à subida do nível do mar. Por isso, contribua para a sua preservação.



30 – Cuidado na compra de lâmpadas
Vai comprar lâmpadas novas para sua casa? Não se deixe levar por indicações enganosas. Existem vários modelos de lâmpadas de halogéneo que contêm na embalagem designações como ‘Eco’, quando são atualmente o tipo de iluminação menos eficiente no mercado. Na dúvida, consulte sempre a etiqueta energética.




Dicas Ambientais Antena 1 / Quercus: