Ouvir
Vale a Pena Ouvir
Em Direto
Vale a Pena Ouvir Reinaldo Francisco

Geral

Carlos Martins Pereira (1937 – 2013)

|

Carlos Martins Pereira (1937 – 2013) Carlos Martins Pereira (1937 – 2013)
Nasceu em Lisboa e frequentou as faculdades de Direito e letras (Filosofia) da Universidade de Lisboa. Foi Técnico de Publicidade até 1975.
Participou em várias exposições coletivas entre 1961 e 1990 das quais se destacam a “Homenagem a Hyeronimus Bosch” no Museu Nacional de Arte Antiga (1975), a IV Bienal de Vila Nova de Cerveira, desenhos (1984) e na Galeria do Casino do Estoril “Homenagem a Luís Dourdil”, desenho.
Individualmente, expôs em 1974 várias pinturas na Galeria Interior em “Homenagem a Salvador Allende” e, entre muitas outras, na Biblioteca Municipal Calouste Gulbenkian em Ponte de Sor (1996), “Lisboa, o Tejo e o além – Tejo, pintura e aguarela.
Carlos Martins Pereira deixou também a sua marca na literatura, em obras como A música tradicional em Moçambique de Martinho Lutero, No Caminho para o Homem Novo, Sá Nogueira um pintor de raiz africana, e Terra Vermelha da sua autoria, ou nas traduções que fez de obras de Isabel Allende. Participou ainda em O meu Primeiro Chopin de Rosa Mesquita, e Efemérides Românticas de António Cartaxo.