Ouvir
A Força das Coisas
Em Direto
A Força das Coisas Luís Caetano

Argumentos de Óperas, Obra


La Clemenza di Scipione

13ª ópera (43 anos)

Estreia(Londres) King's Theatre
4 de Abril de 1778

PersonagensArsinda
Idalba
Luceio
Scipio
Marzio

Antecedentes"La Clemenza di Scipione" foi a última das 5 óperas que Johann Christian Bach escreveu para o King's Theatre de Londres, e a última das 10 óperas escritas sobre libretos em Italiano. A estreia teve lugar no dia 4 de Abril de 1778 obtendo um enorme sucesso com 7 representações - um número considerável para um final de temporada. Também excepcional foi o facto da partitura completa ter sido editada em Londres - um acontecimento raro naquele tempo - sendo algumas das suas árias frequentemente cantadas em concertos.

ResumoA acção passa-se em Cartago que, depois dum longo cerco, acaba de ser conquistada por Publius Cornelius Scipio. Entre os prisioneiros estão duas princesas duma extrema beleza: Idalba, filha de Indibilis, Rei dos Hergetios, e Arsinda, sua amiga. Essas duas princesas são entregues à guarda de Marcius, um general romano. Ora Arsinda estava noiva de Luceius, Príncipe dos Celtiberos, que, ao saber que ela está prisioneira dos romanos, infiltra-se no campo dos conquistadores sob uma falsa identidade na tentativa de a salvar. Scipio recusa o seu pedido, Luceius tenta fugir com Arsinda, e é capturado. Então Scipio propõe-lhe trocar a sua liberdade por uma aliança com Roma. Luceius recusa. É depois procurado por Marcius que lhe propõe exactamente a mesma coisa. Luceios volta a recusar. Finalmente Arsinda ameaça matar-se se os romanos não libertarem de imediato o seu noivo. Scipio cede e manda libertar Luceios. Comovidos por tanta generosidade, Luceius e Arsinda prometem lealdade a Roma.

RDP - Transmissões em "Noite de Ópera" desde 1996
2001 - 26 de Julho
Enredo resumido da autoria de Margarida Lisboa.