Ouvir
Grande Auditório
Em Direto
Grande Auditório Reinaldo Francisco / Produção: Susana Valente

Festivais

Monstra - Festival de Animação | 12 a 22 Março

Lisboa e Almada

|

Monstra - Festival de Animação | 12 a 22 Março Monstra - Festival de Animação | 12 a 22 Março

A Monstra - Festival de Cinema de Animação de Lisboa, celebra 15 anos.



Ao todo, de 12 a 22 de Março de 2015 são exibidos 470 filmes de animação, entre curtas e longas-metragens, em salas como o Cinema São Jorge, o Cinema City Alvalade ou o Cinema Ideal em Lisboa. A parceria com instituições como o Centro Cultural de Carnide, o Museu Nacional de Etnologia, o Teatro Meridional ou a Academia Almadense, permitem que a Monstra invada 18 espaços diferentes da capital.

Pode consultar uma resenha alargada de toda a programação aqui.

A estrutura da secção competitiva, e os locais e preços da Monstra estão aqui resumidos.

Nesta edição o festival presta homenagem ao cinema de animação da América Latina com uma retrospetiva de 75 filmes, 6 longas-metragens e 5 sessões de curtas-metragens.

Uma das estreias mais aguardadas é o filme Pos Eso do realizador Sam, uma paródia a um clássico do cinema de terror em que o padre contratado para fazer exorcismo se chama Lenine.



Outro dos destaques é a estreia absoluta em Portugal do filme Shaun the Sheep (A Ovelha Choné). Os credenciados realizadores e produtores dos estúdios Aardman realizam, de resto, uma masterclasse sobre o processo de criação deste filme.



Ainda nas estreias de longas metragens, destaque para Jack and Cuckoo Cloock Heart (Jack Coração de Relógio de Cuco) e para a primeira sessão europeia de Café - Um Dedo de Prosa do brasileiro Maurício Squarisi.


Há ainda uma secção dedicada à animação japonesa, este ano em homenagem a um dos criadores dos estúdios Ghibli, o realizador Isao Takahata, incluindo a estreia do seu mais recente filme Contos da Princesa Kaguya.


Na secção dos filmes históricos é exibido Le Roi et l'Oiseau (O Rei e o Pássaro) de Paul Grimault, realizado há 60 anos. Para Fernando Galrito, diretor artístico da Monstra, trata-se de “um dos melhores filmes de animação de todos os tempos”. 


Pode-se ver ainda um filme exemplar na arte da animação de marionetas, Krysar o Flautista de Hamelin, do checo Jiri Barta.


As sessões para pais e filhos, com filmes como Song of the Sea (A Canção do Mar), decorrem nos dois fins-de-semana do festival no Cinema São Jorge, Cinema City Alvalade e Cinema Ideal.


Uma das novidades desta edição de 2015 é o Cinema mais Pequeno do Mundo: uma carrinha convertida em sala de cinema, que exibe filmes com a duração de 1 minuto. A capacidade desta sala é de 9 pessoas, as sessões têm a duração de cerca de 14 minutos e são exibidas continuamente.

O público lisboeta pode ver e eleger o melhor filme do Cinema Mais Pequeno do Mundo, sendo que o prémio para os três filmes mais votados é também o troféu mais pequeno do mundo: Amendoim de Ouro, Prata e Bronze.

Durante o dia, as sessões são dirigidas ao público em geral. À noite há sessões especiais só para adultos.

O Cinema Mais Pequeno do Mundo está de 10 a 15 de Março no Largo Camões e, a partir do dia 16 até 20 de Março, no Jardim do Príncipe Real, em Lisboa.

Há também uma programação de documentários, Dokanim, com filmes do Festival DokLeipzig, e outra secção intitulada TerrorAnim, dedicada às emoções fortes do cinema de animação. Outra secção “novata” do festival é dedicada aos vídeo clips de música animados, ClipAnim com vídeos portugueses e internacionais de músicos como Paul McCartney, Noiserv, Luísa Sobral, Tiago Bettencourt ou Guta Naki.

Nas secções a concurso há espaço para a competição de longas, curtas e curtíssimas (até 2 minutos) metragens e ainda lugar para a competição portuguesa (Prémio SPA / Vasco Granja).

A Monstrinha é uma versão do festival destinada às escolas, com uma programação destinada ao público mais jovem, abrangendo 80 mil crianças de vários agrupamentos escolares de Lisboa e de Almada.
 
Pela primeira vez, há também uma programação destinada a estudantes mais velhos, nas universidades.

No ano em que se assinalam os 80 anos da morte de Fernando Pessoa, o Monstra convidou Rui Madeira, Sónia Aránguiz e Max Hattler a conceberem três instalações inspiradas na vida e obra do escritor português. Será também criado um flipbook inspirado no trabalho de Fernando Pessoa que estará à venda durante o festival.

Finalmente há ainda masterclasses sobre cinema estereoscópio e sobre a TagTool, uma ferramenta desenvolvida para tablets capaz de criar animação em tempo real em interação com música ou som. Há também duas oficinas de marionetas, uma sobre construção e animação por Špela Čadež, e outra sobre animação de marionetas por Milan Svatos, um dos maiores mestres da animação checa.

Para pais e filhos são desenvolvidas quatro oficinas cujo objetivo é fazer um filme de animação em família.