Ouvir
Império dos Sentidos
Em Direto
Império dos Sentidos Paulo Alves Guerra / Produção: Ana Paula Ferreira

Letras de Canções


Nie ma czego trzeba / Eu não tenho o que preciso

Letra Original:


Nie ma czego trzeba (Bohdan Zaleski)

Mgla mi do oczu zawiewa z lona,
W prawo i w lewo cmi naokolo;
Dumka na ustach brzeknie i skona!
Niemo, och! Niemo, bo niewesolo.

Nie ma bo, nie ma czego potrzeba!
Dawno mi tutaj nudno, niemilo:
Ni mego slonca! Ni mego nieba!
Ni mego czegos! czym serce zylo.

Niekiedy wzrokiem ku niebu wierce,
Poswistom wiatru wcale nie laje:
Zimno, o! zimno, lecz puka serce,
Ze z dumka w insze odiecim kraje!

Tradução para Português:


Eu não tenho o que preciso (Bohdan Zaleski)

Da minha alma levanta-se uma bruma que gira diante dos meus olhos;
A toda a volta, à direita, à esquerda, reina a obscuridade.
Sobre os meus lábios sobe e morre uma triste canção,
Doce, tão doce, porque é triste.

Eu não tenho o que preciso!
Foi durante muito tempo triste e penoso.
O sol não era meu, nem o céu.
Nada aqui deixa bater o meu coração mais alto.

Por vezes os meus olhos interrogam o céu,
Esquecidos do vento que sopra;
Ah! como faz frio! Mas os batimentos do meu coração
Me dizem que nós voaremos para outros lugares, com a nossa triste canção.