Título Original:
A Morte de Carlos Gardel
Dados Técnicos:
Realização: Solveig NORDLUND
Elenco:
Rui Morrison, Teresa Gafeira, Celia Williams
Duração:
87 min
Classificação Etária:
M/12
Ano:
2011
País:
Portugal
Distribuidora:
Fado Filmes
Links:Site Oficial

Drama  

A Morte de Carlos Gardel

A Morte de Carlos Gardel
Média Cinemax:
3.417

“A Morte de Carlos Gardel” é a história de Nuno, um jovem toxicodependente em coma, a morrer num hospital. Durante os dois dias em que se encontra entre a vida e a morte, cada um dos familiares evoca junto a ele uma teia de recordações do passado, através das quais percebemos o presente de Nuno. Álvaro e Cláudia, os pais divorciados e as suas novas relações disfuncionais, Graça, a tia médica que nunca terá filhos porque vive com Cristiana, todos eles se sentem culpados pelo estado de Nuno, pelos desalentos da vida, mas também pelos sonhos que criaram. O pai, Álvaro, apaixonado por tango, recusa-se a aceitar a morte de Nuno, deixando-se levar numa espiral de delírio e confundindo um imitador com o seu cantor de tango argentino favorito, já desaparecido: Carlos Gardel.


Curiosidades
Com este novo trabalho, Solveig Nordlund cumpriu mais uma prodigiosa aventura pela adaptação cinematográfica de uma obra literária. “Gosto de ler e gosto de me identificar com um escritor. Nunca tive ambições literárias, mas gosto de participar na escrita dos meus guiões”. Tem sido nesta perspectiva criativa, que algumas das mais importantes obras de curta e longa-metragem de Solveig Nordlund se centram em narrativas literárias tão significantes, como contos de ficção científica de J. G. Ballard ou H. P. Lovecraft e ficções de J. Marmelo e Silva, Richard Zimler e António Lobo Antunes. Nascida em Estocolmo, Solveig Nordlund alimentou a sua paixão pelo cinema ainda nos bancos da universidade enquanto frequentava o curso de História de Arte. Radicada em Portugal desde há quarenta anos, Solveig Nordlund iniciou a sua carreira como assistente de realização e montadora, tendo trabalhado em vários filmes portugueses de realizadores como Manoel de Oliveira e João César Monteiro. Desde a sua primeira longa-metragem de ficção – o filme “Dina e Django”, realizado em 1983 – a vasta filmografia de Solveig Nordlund tem-se repartido entre Portugal e a Suécia, desempenhando um papel nuclear no panorama do cinema português. Profundamente inspirada pela obra do marcante realizador francês Jean Rouch, de quem foi aluna em França em 1972, Solveig Noderlund diz que «gosta de fazer filmes que nos surpreendam intelectual e formalmente», revelando uma notável preocupação em tocar a essência do espectador, quer pela qualidade do fluxo narrativo, quer pela linguagem formal da realização. “A Morte de Carlos Gardel” recebeu apoio à produção do Instituto do Cinema e Audiovisual/Ministério da Cultura, contando igualmente com a participação financeira da RTP – Rádio e Televisão de Portugal.


Data de Estreia: 22/09/2011

Recomendamos: Veja mais Trailers/Cartazes/Sinopses de Drama