Estreia: "Vais Conhecer o Homem dos Teus Sonhos"  

As aventuras de Woody Allen nos países... europeus

Em anos recentes, quase todos os filmes de Woody Allen foram rodados na Europa: neste caso revisitando a comédia romântica... com saudades de Nova Iorque.

As aventuras de Woody Allen nos países... europeus
Crítica de
Subscrição das suas críticas
135
Trailer/Cartaz/Sinopse:
 As aventuras de Woody Allen nos países... europeus
Vais Conhecer o Homem dos Teus Sonhos História de um par de casais, Alfie e Helena, a filha destes, Sally e o marido, Roy, cujas paixões, ambições e ansiedades os metem em sarilhos e os fazem perder o juízo. Depois de Alfie deixar Helena para perseguir a sua juventude perdida como uma jovem prostituta chamada Charmaine, Helena entrega a sua vida aos conselho de uma vidente charlatã. Infeliz com o seu casamento, Sally desenvolve uma ...
Vídeo:
As aventuras de Woody Allen nos países... europeus
"Vais Conhecer o Homem dos Teus Sonhos" de Woody Allen José Paulo Alcobia entrevistou o realizador na última edição do festival de Cannes, aquando da antestreia do filme.

Este sugestivo encademanto de imagens do cartaz de "Vais Conhecer o Homem dos Teus Sonhos"(estranhamente pouco utilizado pelos especialistas do marketing) resume muito bem um dos vectores essenciais do trabalho de Woody Allen: criar histórias mais ou menos labirínticas, cruzando personagens de diferentes estatutos sociais e simbólicos, tudo naturalmente apoiado em elencos cuja versatilidade é também, em si mesma, uma imagem de marca.

Daí a sensação paradoxal: Vais Encontrar o Homem dos Teus Sonhos é mais uma comédia romântica de Woody Allen, combinando seres humanos singularmente afectados pelos poderes do "além", personificados por esforçados astrólogos e videntes (que, naturalmente, o filme reduz ao mais completo ridículo); ao mesmo tempo, deparamos com uma matriz narrativa — com o seu característico efeito coral — que o autor já explorou com resultados francamente mais sofisticados em títulos como "Ana e as Suas Irmãs" (1986) ou "Celebridades" (1998).

Claro que é sempre bom reencontrar esse humanismo ambíguo, porque sarcástico e profundamente desencantado, que distingue o autor de "Annie Hall" (1977) e "Crimes e Escapadelas" (1989). Em todo o caso, mais uma vez, o seu trabalho na Europa — esta é mais uma digressão britânica — reflecte a falta do enraizamento em Nova Iorque, afinal a cidade que, para ele, sempre foi uma verdadeira e fundamental personagem.

Que se segue, então? Mais uma história made in Europa, já prevista para o Festival de Cannes do próximo mês de Maio — chama-se Midnight in Paris e tem como actores principais, entre outros, Adrien Brody, Rachel MacAdams, Owen Wilson, Marion Cotillard e Carla Bruni.

Crítica de Crítica, 2011 actualizado às 01:53 - 02 fevereiro '11
publicado 10:34 - 24 janeiro '11

Recomendamos: Veja mais Críticas de Crítica, 2011João Lopes