Cannes 2018: as compras da distribuição portuguesa
"Shoplifters": a Palma de Ouro está adquirida para o mercado português

Cannes 2018  

Cannes 2018: as compras da distribuição portuguesa

O Palma de Ouro, "Shoplifters" de Hirokazu Kore-eda, será distribuido em Portugal pela Legendmain Filmes.

Dias após o final da edição 2018 do Festival de Cannes já é possível elaborar uma primeira lista de títulos com distribuição garantida no mercado português.

A maior empresa do setor, a NOS Audiovisuais, adquiriu direitos sobre "O Homem Que Matou Dom Quixote", o filme de Terry Gilliam que encerrou o festival e fez correr muita tinta devido ao conflito que opõe o realizador ao produtor português Paulo Branco.

Também no catálogo da NOS estará "Diamantino", a longa-metragem de Gabriel Abrantes e Daniel Schmidt que venceu o Grande Prémio da Semana da Crítica na secçao paralela Un Certain Regard.

Da principal secção competitiva o distribuidor português trouxe dois premiados: "Blackkklansman", de Spike Lee, Grande Prémio do festival, e "Capharnaum", da libanesa Nadine Labaki, Prémio do Júri.

Por fim, garantidos pela NOS estão ainda os direitos das mais recentes obras de Cacá Diegues ("O Grande Circo Místico", co-produção entre França, Portugal e Brasil) e Wim Wenders (o documentário "Papa Francisco: Um Homem de Palavra"), ambas exibidas em sessões especiais durante o festival francês.

A Midas Filmes confirmou a aquisição de oito títulos, onde se destacam cinco premiados na secção competitiva: "Cold War", prémio de melhor realização entregue ao polaco Paweł Pawlikowski, os vencedores ex-aequo do melhor argumento, "Lazzaro Felice", de Alice Rohrwacher, e "Three Faces", de Jafar Panahi, "Dogman", de Matteo Garrone que valeu a Marcello Fonte a distinção como melhor ator e ainda "Le Livre d'Image" de Jean-Luc Godard, Prémio Especial.

Da competição pela Palma de Ouro a Midas trouxe também os direitos de exibição de "Les filles du soleil", da francesa Eva Husson, e"Ash is Purest White" do chinês Jia Zhang-ke. Ainda, "Another Day of Life", de Damian Nenow e Raul de la Fuente, exibido fora de competição.

Do lado da Alambique Filmes, são cinco as compras confirmadas. Duas vêm da principal secção competitiva: "Todos lo Saben", incursão do iraniano Asghar Farhadi num thriller em espanhol com o casal Penélope Cruz e Javier Bardem, e "En Guerre", do francês Stéphane Brizé que regressa ao tema das tensões laborais que já abordara em "A Lei do Mercado".

Na secção Un Certain Regard, a Alambique garantiu "Gräns" (ou "Border", título em inglês), do realizador sueco de origem iraniana Ali Abbasi, filme vencedor da segunda mostra mais importante de Cannes.

Da Quinzena dos Realizadores, trouxe "Climax", de Gaspar Noé, que triunfou nesta secção paralela do festival, e "Pájaros de Verano", dos colombianos Cristina Gallego e Ciro Guerra, um olhar sobre uma família da tribo wayuu envolvida no tráfico de droga durante os anos 70.

A Legendmain Filmes, tem apenas um filme, mas é nada menos do que o Palma de Ouro deste ano, "Shoplifters", do japonês Hirokazu Kore-eda.

Já a Leopardo Filmes, anunciou a distribuição de "The Wild Pear Tree", do turco Nuri Bilge Ceylan, presente na competição oficial e, "The House That Jack Built", de Lars von Trier, exibido extra concurso.

A Outsider Films ficou-se pela comédia "Le Grand Bain", de Gilles Lelouche, exibido fora de competição.

por
publicado 13:23 - 23 maio '18

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cannes 2018