Estreia  

Elogio da música dos LCD Soundsystem

Os LCD Soundsystem decidiram pôr fim à sua existência de forma grandiosa: o concerto final, no Madison Square Garden, está na base de um vibrante documentário, envolvendo uma inevitável nostalgia.

Elogio da música dos LCD Soundsystem
Na imensidão do Madison Square Garden: celebrando os LCD Soundsystem
Crítica de
Subscrição das suas críticas
135
Trailer/Cartaz/Sinopse:
 Elogio da música dos LCD Soundsystem
Shut Up And Play The Hits: O Fim dos LCD Soundsystem A 2 de Abril de 2011, os LCD Soundsystem deram o seu último concerto no Madison Square Garden. O líder dos LCD, James Murphy, tomou a decisão de acabar com uma das mais célebres e influentes bandas da sua geração no auge da popularidade, assegurando que a mesma se retirava em grande, com o maior e mais ambicioso concerto da sua carreira. Rapidamente esgotada, a extravagância de quase quatro horas ...

Há, por certo, muitas maneiras tradicionais de filmar um concerto de música rock. Mas o concerto que serve de tema a "Shut Up and Play the Hits" era tudo menos tradicional. Desde logo, porque a respectiva banda, os admiráveis LCD Soundsystem, se distingue por uma sonoridade electrónica que não exclui, antes parece favorecer, um primitivo romantismo; depois, porque este concerto era... o último.

Assim foi, de facto. James Murphy, líder e vocalista dos LCD Soundsystem, decidiu colocar um ponto final neste projecto que arrancou em 2001 (o primeiro single, "Loosing My Edge", surgiria cerca de um ano mais tarde). E o resultado foi um gigantesco e empolgante concerto-celebração, em Nova Iorque, no cenário mitológico do Madison Square Garden (2 Abril 2011).

Não é, em boa verdade, um adeus radical, uma vez que Murphy continua ligado a outros projectos (por exemplo, os Hot Chip) e mantém a sua editora independente, DFA Records. Seja como for, o fim dos LCD Soundsystem não podia deixar de envolver um misto de euforia e nostalgia, de tal modo o colectivo se afirmou através de sonoridades peculiares e extremamente inventivas.

Dirigido por Dylan Southern e Will Lovelace, "Shut Up and Play the Hits" (subtítulo português: "O Fim dos LCD Soundsystem") combina todos esses factores, articulando a vibração do concerto com registos mais ou menos intimistas do próprio James Murphy, ao longo das 48 horas que precederam o evento. O resultado é um objecto que faz justiça à música, lembrando-nos que, para além da tecnologia envolvida, a sua verdade é sempre eminentemente humana.

Crítica de João Lopes
publicado 18:46 - 03 novembro '12

Recomendamos: Veja mais Críticas de João Lopes