Netflix e ICA apoiam produção audivisual portuguesa

Cinema Português  

Netflix e ICA apoiam produção audivisual portuguesa

O serviço de streaming e organismo oficial criaram um concurso para argumentistas que irá premiar os dez melhores projetos.

A Netflix e o Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA) anunciaram hoje uma iniciativa destinada a impulsionar a produção audiovisual portuguesa através de um concurso para argumentistas.

A Netflix, em articulação com o ICA, irá premiar os dez melhores projetos apresentados. Podem participar argumentistas e autores residentes em Portugal. O prazo de entrada no concurso termina a 1 de junho.

Um painel de jurados, composto por especialistas do setor, avaliará as propostas. Os nomes anunciados incluem a jornalista Isabel Lucas, o realizador Jorge Paixão da Costa, Luís Proença, antigo diretor de programas da SIC, o escritor Possidónio Cachapa e ainda a diretora de conteúdos da Netflix, Verónica Fernandéz.

Em declarações enviadas, Nuno Artur Silva, Secretário de Estado do Cinema, Audiovisual e Media, afirma que a iniciativa é "especialmente relevante" e "representa um importante passo para a consolidação da ficção audiovisual e do documentário no nosso país”.

Por seu lado, Diego Ávalos, vice-presidente da área de Conteúdos Originais da Netflix, declarou satisfação por "poder colaborar com o Instituto do Cinema e do Audiovisual numa iniciativa que visa apoiar e estimular o grande talento da comunidade criativa portuguesa".

Os resultados da iniciativa serão anunciados até 30 de julho de 2020, através do site do ICA.

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cinema Português