Rodagem de Assim, Assim...: da curta se faz longa
Ivo Canelas, um dos actores de "Assim, Assim...", com o realizador Sérgio Graciano

Cinema Português  

Rodagem de "Assim, Assim...": da curta se faz longa

O realizador Sérgio Graciano explica ao Cinemax como realizou a primeira longa-metragem a partir de uma curta que venceu a primeira a edição do Shortcutz Lisboa.

Trailer/Cartaz/Sinopse:
 Rodagem de Assim, Assim...: da curta se faz longa
"Assim, Assim..." Cinco personagens cruzam-se numa esplanada dando início a uma viagem pelas suas vidas. "Assim, assim" é um filme sobre relações. Sobre aquilo que queremos para nós. E sobre o que não conseguimos alcançar. As relações são complicadas, porque as pessoas pensam demasiado, porque se habituaram a analisar os sentimentos. Todos os dias a mesma busca pela felicidade, mesmo que tenhamos esvaziado de ...
Vídeo:
Rodagem de Assim, Assim...: da curta se faz longa
Rodagem "Assim, Assim..." Reportagem de Luisa Sequeira nas filmagens da primeira longa-metragem de Sérgio Graciano.

A curta-metragem passou a longa porque as histórias começaram a surgir a ganhar vida e forma."Assim, assim…" tem várias narrativas ligadas entre si, é um filme de diálogos e de conversas, Sérgio Graciano apostou num elenco de luxo e com a mesma equipa técnica de "Assim,  Assim…"  avançou para uma longa-metragem com produção independente.

Cinemax: trabalhas muito em televisão e já tinhas realizado várias curtas com mas o filme "Assim, Assim..." que passou pelo Shortcutz de Lisboa e do Porto e que foi recebido com bastante entusiasmo por parte do público foi o mote para esta tua longa-metragem?

Sérgio Graciano: o sucesso que a curta alcançou foi importante para começar a pensar em fazer uma longa-metragem a partir da mesma história. Sinto que as pessoas estão ávidas de histórias e o "Assim, Assim..." é uma história com a qual todos nos identificamos. Para mim fazer um filme é tão só, contar uma história através das imagens, foi isso que fiz e é isso que quero continuar a fazer.

Uma curta, que virou longa?

Pois é, não sei se já tinha acontecido, mas a curta que se tornou longa deveu-se à necessidade que eu e o Pedro Lopes sentimos de ver crescer aquelas pessoas para fora daquela história. À medida que o Pedro foi dando vida aqueles personagens, outros foram surgindo, tornando a história mais rica e desenhando assim a longa-metragem.

É importante ir para a rodagem com o guião bem estruturado, uma vez que são várias histórias ligadas entre si?

Sim, é muito importante, este filme é feito de cruzamentos, por isso temos que ser "disciplinados" com o guião de modo a fazer tudo aquilo que foi idealizado pelo autor.

Estás a fazer este filme sem apoio financeiro, mas tens um a equipa bastante criativa e entusiasmada com este projeto, isso chega para avançares para uma longa-metragem?

Sim, chegou. Trabalhamos juntos há muitos anos, sabemos muito bem o que cada um sabe fazer e como fazer. Fazemos com bastante regularidade curtas-metragens, e, achámos que estava na hora de arriscar um bocadinho mais. Sei que sou beneficiado, tenho os meios técnicos, os atores e isso faz com as coisas se tornem mais fáceis, no entanto há sempre dinheiro que temos que gastar e foi aí que (eu e a Sofia Morais) surgimos como mecenas. Desde que haja vontade até com um telemóvel se faz um filme o importante é a ideia.

Como é que correu a rodagem do filme?

A rodagem correu muito bem, e lá está, o facto de ser “família” faz com que tudo seja mais fácil. Fiquei muito feliz com o resultado final, os atores desempenharam os seus papéis como ninguém, e os técnicos fizerem exemplarmente a sua parte. Espero então que o "Assim, Assim..." venha marcar a diferença no panorama audiovisual português.


 

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cinema Português