Versão restaurada de Vem e Vê, de Elem Klimov, chega às salas no final de agosto

Cinema Europeu  

Versão restaurada de "Vem e Vê", de Elem Klimov, chega às salas no final de agosto

O trauma de um jovem resistente que assiste ao genocídio de populações civis na Bielorrúsia, em 1943, regressa este mês às salas de cinema.

"Vêm e Vê" (Idi i Smotri), de Elem Klimov, frequentemente considerado pela crítica como um dos mais impressionantes filmes de guerra alguma vez realizados, será reposto a 29 de Agosto em algumas salas de cinema portuguesas em versão restaurada.

Realizado em 1985 por Elem Klimov, a partir de um argumento do escritor Ales Adamovich, "Vem e Vê" tem como como pano de fundo a presença nazi na Bielorrúsia, em 1943, e o genocídio de populações civis que ocorreu no verão desse ano.

O herói do filme é Flyora, um adolescente bielorruso que se junta à resistência e acaba por testemunhar uma série de acontecimentos de enorme violência que o irão afetar para sempre.

Klimov teve de esperar oito anos pela luz verde das autoridades soviéticas, desconfortáveis com a crueza e a brutalidade do filme, e a rodagem começou mesmo antes de haver uma decisão final. Acabou por estrear em outubro de 1985. Atraíu quase 29 milhões de espectadores na União Soviética, tendo sido o sexto filme mais visto do ano.

A versão restaurada pela Mosfilm, que a Midas Filmes distribuirá em Portugal a partir do final do mês, foi distinguida na Bienalle de Veneza de 2017.

por
publicado 18:45 - 09 agosto '19

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cinema Europeu