Desporto

Marítimo envia um "sentido abraço" a Marcelo Boeck

Clube madeirense publicou mensagem de apoio no Twitter

Marítimo envia um sentido abraço a Marcelo Boeck
O Marítimo enviou hoje condolências à equipa brasileira do Chapecoense, após a tragédia da queda do avião na Colômbia, e um abraço especial ao antigo jogador Marcelo Boeck.

"Ao nosso antigo 'goleiro' Marcelo Boeck, um sentido abraço, neste momento mais difícil. Estamos contigo Marcelão", publicou o emblema madeirense na rede social Twitter.

Marcelo Boeck, ainda vinculado ao Sporting, não viajou com a equipa que ia disputar a primeira mão da final da Taça Sul-americana, com os colombianos de Atlético Nacional, em medellin.

O atual guarda-redes do Chapecoense chegou a Portugal em 2007, para jogar no Marítimo, onde ficou até 2011, altura em que rumou ao Sporting.

O Marítimo disse ainda estar "solidário" com o clube brasileiro neste "momento difícil" e enviou condolências.

Segundo a agência de Aeronáutica Civil da Colômbia (Aerocivil), 81 pessoas viajavam no avião que transportava a equipa de futebol brasileira e que se despenhou hoje quando se dirigia para o aeroporto José María Córdoba, em Medellin, onde a equipa jogava na quarta-feira um jogo da final da Taça Sul-americana frente ao Atlético Nacional colombiano.

Em comunicado, o aeroporto de Medellín refere que o avião, com matrícula da Bolívia, "declarou-se em emergência" às 22:00 locais (03:00 em Lisboa) "por falhas técnicas", de acordo com a transmissão feita para a torre de controlo.

O avião tinha saído do aeroporto Viru Viru, de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, onde aparentemente tinha realizado uma escala técnica.