Local

Câmara de Lobos recebe menção honrosa do prémio “Viver em igualdade”

Câmara de Lobos recebe menção honrosa do prémio “Viver em igualdade”
O Júri do Prémio “Viver em Igualdade” deliberou, no passado dia 27 de setembro, atribuir uma Menção Honrosa ao Município de Câmara de Lobos no âmbito da candidatura apresentada pela autarquia ao Prémio “Viver em Igualdade”, promovido pela Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género (CIG), da Presidência do Conselho de Ministros, sendo este o único município da RAM a ser distinguido com este prémio.

O prémio “Viver em Igualdade” é uma iniciativa bienal, promovida pela Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género, que tem por objetivo distinguir os municípios com boas práticas na integração da dimensão da Igualdade de Género, Cidadania e Não – Discriminação, quer na sua organização ou funcionamento, quer nas atividades por si desenvolvidas, quer nas políticas locais que implementam. Entre os objetivos desta ação, está a valorização da atuação das autarquias locais como fator de desenvolvimento local, numa ótica de respeito pelos direitos humanos, sem distinção de sexo, etnia, idade, deficiência, religião, orientação sexual ou identidade de género, fomentando o debate e a participação ativa dos munícipes na vida da autarquia.

A candidatura do Município de Câmara de Lobos, sob o título “Viver em Igualdade em Câmara de Lobos”, foi apresentada no passado mês de julho e envolveu os vários serviços da autarquia. Na candidatura a autarquia evidenciou o conjunto de ações realizadas em 2015 e 2016, tendo em vista a promoção da igualdade de género, cidadania e não-discriminação.

Segundo o Presidente da Câmara, Pedro Coelho, no decurso dos últimos três anos, o Município de Câmara de Lobos identificou os vetores estratégicos de desenvolvimento concelhio a partir de ações participativas que envolveram várias pessoas e entidades do concelho. A visão para o futuro do concelho foi discutida e definida com as forças vivas do concelho. Partindo dessa visão, a autarquia alinhou todas as ações e investimentos em torno da visão estabelecida, as quais, de uma forma ou de outra, têm contribuído para a realização e consolidação dos vetores estratégicos concelhios (Pessoas, Turismo, Mar, Agricultura e Economia Local).

Do conjunto de ações realizadas, e que integraram a memória descritiva da candidatura apresentada pela autarquia ao Prémio “Viver em Igualdade”, destacam-se o programa Intervenção Social Participada, as oficinas de participação com os cidadãos, o Plano de Ação para a Coesão Social 2016-2017, e ainda a várias ações desenvolvidas, como a Comemoração do Dia Municipal da Igualdade, ações de formação sobre violência doméstica e sobre igualdade de género, entre outras iniciativas.

A Menção Honrosa «Viver em Igualdade» será entregue no próximo dia 24 de outubro, em Lisboa, na presença do Ministro-Adjunto, Eduardo Cabrita e da Secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade, Catarina Marcelino, no âmbito da cerimónia de entrega dos certificados da 3.ª edição Prémio “Viver em Igualdade”.