Amesterdão abre portas ao universo benfiquista

| Futebol Internacional

Os atores do espetáculo estão a chegar convencidos que vão fazer história
|

A maioria dos adeptos de Benfica e Chelsea só hoje ao início da tarde e amanhã, dia do jogo da final da Liga Europa chegam a Amesterdão. A equipa já está instalada. O hotel está a postos para responder a todas as exigências das “águias”. A segurança está montada na cidade para que o jogo seja uma festa. Os adeptos “VIP” e anónimos estão otimistas.

Para já nas ruas da capital holandesa ainda se vêm poucos adeptos das duas equipas.

Entre os holandeses o desafio está a passar quase despercebido.

Visíveis nesta altura são apenas algumas bandeiras que anunciam a realização da partida, mas associadas a elas nem sequer surgem os nomes de Benfica e Chelsea.

Os repórteres da Antena 1 não deixam passar em claro o mínimo detalhe.

O jornalista Nuno Matos já visitou a unidade hoteleira onde os encarnados estão instalados e conta o que viu: “Na zona sul de Amesterdão há uma das unidades hoteleiras mais luxuosas da cidade. O hotel Hilton foi inaugurado em 1962, ano em que o Benfica se sagrou campeão europeu frente ao Real Madrid na capital holandesa, ao vencer por 5-3. O hotel é muito confortável. Tem 270 quartos, 1 SPA, 1 ginásio, 1 piscina e um terraço panorâmico. O beatle John Lennon passou por lá na sua lua-de-mel. O Benfica procurará no local inspiração para ganhar a final”.

O jornalista Eduardo Gonçalves está atento a todos os procedimentos que envolvem a segurança do espectáculo e toda a sua envolvência: “A Polícia de Segurança Pública (PSP) portuguesa está no terreno para facilitar a movimentação dos adeptos do Benfica presentes na capital holandesa. O subintendente Pedro Pinho comanda oito elementos que em conjunto com a polícia holandesa prestam atenção às visitas pela cidade e aos acessos ao estádio”.

Os adeptos e dirigentes do futebol começam a chegar a Amesterdão uns anónimos outros nem tanto. É o caso de Marques Mendes, político e indefetível benfiquista, que confessou estar otimista: “Estou convencido que o Benfica vai fazer um brilharete. Maior motivação do que uma final destas não pode acontecer. É uma oportunidade para os jogadores se mostrarem”.

O presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Gomes, justificou desta forma a sua presença em Amesterdão: “Estou aqui com fé e crença que o Benfica, culminando uma época fantástica, tem todas as condições para ganhar e estou crente que o vai fazer”.

Começou a contagem decrescente para o espetáculo que é já amanhã.

A informação mais vista

+ Em Foco

Os portugueses escolhem os seus representantes locais a 1 de outubro. Acompanhe aqui a campanha, os debates e toda a informação sobre as eleições Autárquicas.

    A deriva independentista do nacionalismo catalão está a revelar-se mais grave do que Madrid previa inicialmente. Temos posições que não permitem qualquer margem para diálogo e que conduziram o processo a um impasse.

    Um ensaio do LNEC e do Instituto Superior Técnico, no âmbito do KnowRisk, evidencia a importância da tomada de medidas preventivas. Veja os vídeos e compare os dois casos.

    A Alemanha aproxima-se da data do escrutínio de 24 de Setembro com uma economia próspera: muita exportação, muita construção, receitas fiscais abundantes, orçamentos públicos excedentários. O reverso da medalha é a degradação de condições sociais para uma parte significativa da população.