Álbum "Solo II", de Pinho Vargas, ganha Prémio José Afonso 2010

| Cultura

O duplo álbum "Solo II", do compositor e pianista António Pinho Vargas, foi distinguido por unanimidade com o Prémio José Afonso 2010, foi hoje anunciado pela Câmara Municipal da Amadora.

O CD, editado em 2009 e que inaugurou a editora discográfica David Ferreira Iniciativas Editoriais, foi o escolhido de um conjunto de 11 finalistas, cuja lista o júri divulgou pela primeira vez.

Segundo nota da autarquia, foram ouvidos "mais de 150 álbuns editados em 2009" dos quais se selecionou um grupo de 11, tendo sido escolhido por unanimidade o de António Pinho Vargas.

Além do álbum de Pinho Vargas foram pré-selecionados os álbuns "Tarab", dos Danças Ocultas, "Hemisférios" dos Dazkarieh, "Meditherraneos", de Luísa Amaro, "Tasca Beat", dos Oquestrada, "A Guitarra Portuguesa e a Universidade de Coimbra", de Paulo Soares, "Um copo de sol", de Pedro Moutinho, "Em`Cantado", de Rão Kyao, "Luminismo", de Ricardo Rocha, "Mãe", de Rodrigo Leão, e "Matriz", de Tereza Salgueiro.

"O duplo CD `Solo II` representa um ponto alto na carreira de António Pinho Vargas, autor de uma obra ímpar que admite várias influências, entre as quais a de José Afonso, a quem aliás o pianista e compositor homenageia neste disco através da sua visão muito pessoal do tema `Que amor não me engana`", justificou o júri.

"À qualidade da música junta-se (...) uma produção e gravação extremamente cuidadas e uma interpretação notável do próprio António Pinho Vargas ao piano", lê-se na ata do júri.

O júri foi constituído pelo vereador da cultura da Câmara da Amadora, António Moreira, pela pianista Olga Prats, pelo compositor Sérgio Azevedo e pela chefe da divisão de Intervenção Cultural da Câmara, Vanda Santos.

Fausto, Vitorino, Dulce Pontes, Filipa Pais, Sérgio Godinho e Mafalda Veiga são alguns dos distinguidos com este galardão que é atribuído anualmente.

O prémio tem como "objetivo galardoar um álbum editado no ano anterior ao da atribuição do Prémio e cujos temas tenham como referência a Cultura e a História Portuguesas", referiu a mesma nota.

Tópicos:

Afonso, Câa Vanda Fausto Vitorino Dulce Pontes Filipa, Câa Amadora, Danças Ocultas Hemisférios Dazkarieh Meditherraneos Luísa, Minho Cantado, Oquestrada, Rocha Mãe Rodrigo Leão,

A informação mais vista

+ Em Foco

A Girl Move Academy existe há quatro anos com o objetivo de criar uma geração de mulheres líderes. É um “movimento de capacitação e investimento da mulher”.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      A menos de 100 quilómetros da fronteira com a Síria, a cidade turca de Gaziantep é uma terra de tradições e sabores.

      Fotografias da autoria do artista berlinense Martin Dammann lançam luz sobre o lado mais obscuro da Wehrmacht.