Atribuição de Prémio Pessoa é uma "enorme honra" para a Universidade de Lisboa

| Cultura

A Universidade de Lisboa considera uma "enorme honra" para a instituição a atribuição do Prémio Fernando Pessoa a Henrique Leitão, que conseguiu levar à comunidade internacional e ao grande público a história das ciências feita em Portugal.

Em declarações à Lusa, a pró-reitora da UL, Ana Simões, sublinhou a importância da atribuição do galardão que "traz para a esfera pública a importância da história das ciências e, em particular, da história das ciências em Portugal", uma área profissional relativamente recente no país.

"A atribuição do Prémio Fernando Pessoa ao Investigador Henrique Leitão é uma enorme honra para a Universidade de Lisboa", sublinhou a pró-reitora que é também coordenadora do Centro Interuniversitário de História das Ciências e Tecnologia.

Ana Simões lembrou o percurso de Henrique Leitão que abandonou a física "para se dedicar à história das ciências" e conseguiu "criar à sua volta um grupo de colaboradores exemplares que trabalha no seio do Centro Interuniversitário de História das Ciências e Tecnologia".

Henrique Leitão conseguiu dar a conhecer a história das ciências em Portugal, graças ao seu trabalho sobre as ciências matemáticas em Portugal nos séculos XVI e XVII, sendo também responsável por dar a conhecer os manuscritos científicos existentes na Biblioteca Nacional de Portugal.

"Reconhecendo a importância de se dar a conhecer o passado das ciências em Portugal de uma forma desapaixonada, inovadora e respondendo a todos os critérios do rigor histórico, o investigador Henrique Leitão foi não só capaz de o fazer no seio da comunidade académica nacional e internacional como tem sido exemplar na forma como o tem levado ao público em geral, através de inúmeras exposições", lembrou.

Nas suas exposições, o investigador conseguiu traduzir numa linguagem acessível o que é investigação de ponta assim como "desmistificar uma série de afirmações sobre a inexistência de um passado científico em Portugal", sublinhou.

Em Portugal, "não houve `einstens´ nem `newtons´, mas houve ciência e muito bons cientistas", resumiu a pró-reitora, lembrando algumas das "excelentes" exposições do colega.

O júri do Prémio Pessoa divulgou hoje o nome de Henrique Leitão como o 30.º vencedor do galardão que pretende distinguir "protagonistas de uma intervenção particularmente relevante e inovadora na vida artística, literária ou científica do país".

O Prémio Pessoa, uma iniciativa do semanário Expresso com o patrocínio da Caixa Geral de Depósitos, é atribuído anualmente desde 1987 a "protagonistas de uma intervenção particularmente relevante e inovadora na vida artística, literária ou científica do país".

Tópicos:

Ciências Tecnologia, XVI,

A informação mais vista

+ Em Foco

Apresentamos aqui o perfil dos cabeças de lista e cinco prioridades de ação por partido para o Parlamento Europeu.

    Debates, perfis, notícias da campanha. Toda a informação sobre as Eleições Europeias de 2019, que se realizam a 26 de maio.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

        Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.