Dezoito mágicos de 12 países nos Encontros de Coimbra a partir de terça-feira

| Cultura

A 18.ª edição dos Encontros Mágicos de Coimbra, que decorre entre terça-feira e 21 de setembro, conta com a participação de 18 mágicos de 12 países, anunciou hoje Luís de Matos, da organização do evento.

Coimbra volta a ser, assim, a "capital da magia por uma semana" e uma "referência da magia no mundo", com a presença e atuações de "alguns dos melhores mágicos do mundo, provenientes de 12 países diferentes", sustenta o mágico Luís de Matos, que participou, na tarde de hoje, por videoconferência, a partir da Nova Zelândia, numa conferência de imprensa, na Câmara de Coimbra, para apresentação do certame.

As atuações dos artistas convidados vão "multiplicar-se por inúmeros espaços da cidade", em "mais de 110 espetáculos, a maior parte dos quais na rua", sublinhou Manuel Machado, presidente da Câmara de Coimbra, que promove os Encontros em parceria com a Luís de Matos Produções.

Além dos habituais espaços ao ar livre, sobretudo na Baixa da cidade, em que se têm realizado os espetáculos anteriores, a edição deste ano do festival também adotará novas áreas, como o Parque Verde do Mondego, disse Manuel Machado, sublinhando que, por outro lado, o Mercado Municipal D. Pedro V também será, pela primeira vez, um dos palcos dos Encontros -- na expectativa de também contribuir para a dinamização do recinto.

Os hospitais Pediátrico e da Universidade, o Instituto de Oncologia e o Estabelecimento Prisional de Coimbra voltam este ano a receber espetáculos dos Encontros.

"O maior e mais prestigiado evento que nesta área artístico-cultural se realiza no continente Europeu" voltará a subir ao palco do Teatro Académico Gil Vicente, para realizar, nas noites de sexta-feira e sábado, dias 19 e 20, a Gala Internacional do evento, sucessor do Festival de Magia, cuja primeira edição teve lugar nesta sala, há 22 anos.

Os Encontros Mágicos/Festival Internacional de Magia de Coimbra voltam, este ano, a "trazer a Portugal um grande espetáculo teatral": `Sixth sense`, escrito, dirigido e protagonizado por Luke Jermay, "o mágico da mente", salientou Luís de Matos, adiantando que este espetáculo resulta de uma colaboração com a companhia de teatro A Escola da Noite, de Coimbra.

Dirigido essencialmente a quem se "interessa pelos aparentes mistérios do oculto" e a quem "não tem receio de que se saiba o que está a pensar", `Sixth sense` será apresentado, no Teatro da Cerca de São Bernardo, às 19:00 e às 21:30 de 17 de setembro.

As duplas argentina Brando y Silvana e australiana Diamond Duo, que atuarão, designadamente, no primeiro dia do festival, nas ruas Ferreira Borges e Visconde da Luz e no Hospital da Universidade, respetivamente, o inglês Dean Lahan, o sul-coreano Yuho Jin, o italiano Vittorio, a venezuelana Tina Lenert e o norte-americano Mike Caveney são alguns dos mágicos participantes nos Encontros deste ano, além do português Luís de Matos, que apresentará a gala internacional.

Envolvendo um investimento do município de cerca de 80 mil euros, os Encontros Mágicos de Coimbra tem desde 1998 (data a partir da qual se têm realizado anualmente) uma média DE 14 mil espetadores por edição, disse Luís de Matos, referindo que o festival continua preocupado em ir "em busca de todos os tipos de públicos".

Tópicos:

Bernardo às, Brando, Verde,

A informação mais vista

+ Em Foco

Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      A menos de 100 quilómetros da fronteira com a Síria, a cidade turca de Gaziantep é uma terra de tradições e sabores.

      Fotografias da autoria do artista berlinense Martin Dammann lançam luz sobre o lado mais obscuro da Wehrmacht.