Entrega da candidatura do Cante Alentejano à UNESCO nas mãos de Portas e Passos Coelho

| Cultura

A decisão da entrega do dossiê do Cante à UNESCO, em Paris, terá de ser tomada nas próximas 48 horas pelo ministro dos Negócios Estrangeiros e pelo primeiro-ministro, revelou o presidente da comissão executiva da candidatura.

As afirmações são de Carlos Laranjo Medeiros, que falava à saída do Ministério dos Negócios Estrangeiros, em Lisboa, onde elementos da candidatura do Cante Alentejanmo a Património Imaterial da Humanidade se reuniram com o presidente da Comissão Nacional da UNESCO, embaixador António Almeida Ribeiro, e com a chefe de gabinete do ministro Paulo Portas, Madalena Fischer, a quem entregaram o dossiê da candidatura.

"Não nos colocaram quaisquer entraves ou observações do ponto de vista técnico ou científico, a única questão levantada foi o timming diplomático, isto é, o tempo de ativar a rede diplomática portuguesa de consulados e embaixadas, mas isso creio que temos um ano e meio pela frente", disse Laranjo Medeiros aos jornalistas.

O responsável acrescentou que "a decisão de entregar o dossiê está agora nas secretárias do ministro dos Negócios Estrangeiros [Paulo Portas] e do primeiro-ministro [Pedro Psssos Coelho]".

A reunião com os responsáveis do Ministério dos Negócios Estrangeiros foi decidida hoje e tornada pública quando a candidatura apresentava, pelas 11:00, uma tomada de posição pelo facto de a Comissão Nacional da UNESCO ter optado por não avançar com a apresentação do dossiê em Paris para análise e decisão final na Convenção do Património Imaterial, que acontecerá em novembro do próximo ano.

Enquanto decorria a reunião de cerca de 45 minutos, no exterior do Palácio das Necessidades, sede do Ministério dos Negócios Estrangeiros, mais de meio de milhare de elementos masculinos e femininos de coros entoaram cantos e deram vivas ao Alentejo.

Em 2011, o Fado foi incluído na lista do Património Cultural Imaterial da Humanidade, tendo a candidatura portuguesa recebeido elogios e sido apresentada como exemplar.

Tópicos:

Alentejo, Cante UNESCO, Coelho, Imaterial,

A informação mais vista

+ Em Foco

A receita da venda desta madeira ultrapassará os 15 milhões de euros, que devem ser investidos na nova Mata do Rei.

Mação, que ardeu no mês passado, era apontado como o concelho modelo na prevenção de incêndios. Nada impediu que o fogo voltasse.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.