Escritor espanhol Eduardo Mendoza vence Prémio Cervantes 2016

| Cultura

O escritor espanhol Eduardo Mendoza venceu o Prémio Cervantes 2016, a maior distinção mundial em língua espanhola.

O prémio foi hoje anunciado pelo ministro espanhol da Educação e Cultura, Íñigo Méndez de Vigo, que sublinhou a originalidade da escrita de Mendoza, "cheia de subtileza e ironia" desde a sua primeira novela, "A verdade sobre o caso Savolta", publicada em 1975.

O autor espanhol está traduzido em várias línguas, incluindo a portuguesa.

O prémio de 125 mil euros é geralmente atribuído alternadamente a escritores espanhóis e da América Latina. O escritor mexicano Fernando del Paso foi o vencedor da edição do ano passado.

O prémio é apresentado anualmente em cada 23 de abril, data da morte do autor de D. Quixote.

A informação mais vista

+ Em Foco

O vinho e o queijo, a simpatia dos portugueses e o bom tempo. A ainda embaixatriz dos EUA só tem um defeito a apontar: a forma como os portugueses lidam com os erros. Kim Sawyer conta a sua história de vida à RTP.

    Em entrevista à Antena 1, o eurodeputado considera que a estabilidade pode ser minada pela polémica da TSU.

    Amir Ashour é o primeiro iraquiano a dar a cara pelos direitos gay no seu país. Em segurança na Suécia, revela à RTP episódios de tortura e de rejeição.

      O antigo Presidente da República morreu aos 92 anos. Recordamos aqui os principais momentos de uma figura incontornável da História de Portugal.