Escritor espanhol Eduardo Mendoza vence Prémio Cervantes 2016

| Cultura

O escritor espanhol Eduardo Mendoza venceu o Prémio Cervantes 2016, a maior distinção mundial em língua espanhola.

O prémio foi hoje anunciado pelo ministro espanhol da Educação e Cultura, Íñigo Méndez de Vigo, que sublinhou a originalidade da escrita de Mendoza, "cheia de subtileza e ironia" desde a sua primeira novela, "A verdade sobre o caso Savolta", publicada em 1975.

O autor espanhol está traduzido em várias línguas, incluindo a portuguesa.

O prémio de 125 mil euros é geralmente atribuído alternadamente a escritores espanhóis e da América Latina. O escritor mexicano Fernando del Paso foi o vencedor da edição do ano passado.

O prémio é apresentado anualmente em cada 23 de abril, data da morte do autor de D. Quixote.

A informação mais vista

+ Em Foco

A presidente do CNAPN diz que a chave está nos líderes das mesquitas e pede mais apoio do Alto Comissariado para as Migrações.

    Marco Aurélio de Mello considera que a prisão de Lula da Silva, após condenação em segunda instância, viola a Constituição brasileira.

      Sintra podia ser uma "mini Davos". A sugestão foi feita informalmente por um dos académicos que participou na reunião do BCE concluída em 20 de junho.

        Dados revelados no Digital News Report de 2018 do Reuters Institute.