Escritor espanhol Eduardo Mendoza vence Prémio Cervantes 2016

| Cultura

O escritor espanhol Eduardo Mendoza venceu o Prémio Cervantes 2016, a maior distinção mundial em língua espanhola.

O prémio foi hoje anunciado pelo ministro espanhol da Educação e Cultura, Íñigo Méndez de Vigo, que sublinhou a originalidade da escrita de Mendoza, "cheia de subtileza e ironia" desde a sua primeira novela, "A verdade sobre o caso Savolta", publicada em 1975.

O autor espanhol está traduzido em várias línguas, incluindo a portuguesa.

O prémio de 125 mil euros é geralmente atribuído alternadamente a escritores espanhóis e da América Latina. O escritor mexicano Fernando del Paso foi o vencedor da edição do ano passado.

O prémio é apresentado anualmente em cada 23 de abril, data da morte do autor de D. Quixote.

A informação mais vista

+ Em Foco

A operação Via Livre, da Guarda Nacional Republicana, vai realizar-se até 2 de abril em autoestradas e vias reservadas a automóveis e motociclos de todo o país.

Em entrevista exclusiva à RTP, Le Pen conta como foi expulso do partido que fundou em 1972 pela própria filha, a atual candidata Presidencial.

A UE está ameaçada e tem de voltar à génese para se fortalecer e recuperar influência mundial. Ou arrisca-se a perder o comboio do desenvolvimento e a desmembrar-se em pouco tempo.

    O intérprete da canção vencedora do Festival da Canção, “Amar pelos Dois”, tornou-se rapidamente um fenómeno da internet e das redes sociais.