Festival de cinema de escolas comemora 10ª edição com um novo prémio

| Cultura

O MIFEC -- Mostra Internacional de Filmes de Escolas de Cinema arranca hoje para os cinco dias da sua 10ª edição com 60 filmes em competição e um novo prémio para uma figura internacional.

O festival, que é organizado pela Licenciatura em Cinema e Audiovisual da Escola Superior Artística do Porto, e a exibição dos filmes, concentrada entre hoje e quinta-feira, decorrem no Auditório da Fundação da Juventude, na rua dos Flores.

Vai ser possível ver filmes realizados por alunos, feitos no contexto das escolas superiores de cinema, que, segundo um dos organizadores, o professor Costa e Silva, "este ano vêm todos da Europa, só com uma exceção que é Cuba. Ao todo serão 55 filmes de escolas de 13 países.

O organizador salientou ainda que pela primeira vez se regista a presença da escola de Lodz, na Polónia, de onde saíram nomes como Andrej Wajda ou Roman Polanski, bem como a presença de filmes vindos da UNATCI, da Roménia e da Geórgia.

O Júri desta 10ª Mostra é constituído por Manuela Cernat -- Presidente (Roménia), Anabela Oliveira (Portugal), Manuel Damásio (Portugal), Alfonso Palazón (Espanha), Susana Barriga (Cuba) e Dirk Hoyer (Alemanha/Estónia), que irão determinar os vencedores nas seguintes categorias: Grande Prémio MIFEC, Prémio Especial do Júri, Melhor Filme Português, Melhor Argumento, Melhor Realizador, Melhor Documentário, Melhor Animação e Menção Honrosa.

A grande novidade este ano, segundo Costa e Silva, "é a atribuição de um prémio honorário que tem como objetivo homenagear alguém que, na área do cinema, a nível internacional, tenha feito um trabalho relevante". Este ano vai ser atribuído à revista francesa de reflexão sobre cinema "Trafic", criada em 1992 por Serge Daney, crítico saído dos Cahiers du cinema.

O prémio Aurélio da Paz dos Reis também instituído pelo MIFEC é atribuído nesta edição a dois realizadores ligados ao cinema de Animação, Abi Feijó e Regina Pessoa.

O festival inclui ainda um workshop sobre "narrativa documental", a estreia dos filmes "A parede" de Carlos Costa e "La Rosa de Nadie", de Ignacio Oliva e uma festa de encerramento no Plano B.

Tópicos:

Andrej Wajda, Animação Abi Feijó, Cernat, Damásio, Documentário Animação, Lodz, Nadie, UNATCI,

A informação mais vista

+ Em Foco

O ministro dos Negócios Estrangeiros considera, em entrevista à Antena 1, que Portugal tem a vantagem de não ter movimentos populistas organizados.

    Segundo um relatório da Amnistia Internacional, o número de mulheres vítimas de violência doméstica em Portugal continua elevado.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

        Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.