Iniciativa privada regista e põe na internet paisagens sonoras da região da Beira Serra

| Cultura
Iniciativa privada regista e põe na internet paisagens sonoras da região da Beira Serra

Foto: Paulo Novais/Lusa

Em 2008, o ano em que nasceram os filhos, Luís Antero começou a recolher e organizar registos das paisagens sonoras da região da Beira Serra. As preocupações eram a documentação, arquivo e divulgação pública desses sons através da internet.

Luís Antero continua a fazer este trabalho e tem vários projetos em mãos, como gravações sonoras das rodas de água do vale do Rio Alva e a arte sineira da aldeia de xisto da Benfeita. As gravações vão ficando disponíveis na página que criou na internet.

A Assembleia da República discute esta tarde um projeto de resolução do PS que recomenda ao Governo o alargamento das suas competências à tutela do arquivo sonoro nacional, de forma a que haja um espaço comum em que é armazenado. Os socialistas defendem que é importante garantir que este património não é esquecido.

(com Sandra Henriques)

Relacionados:

A informação mais vista

+ Em Foco

Passaram sete anos desde o início das “Primaveras Árabes”. Regimes mudaram, guerras civis rebentaram, houve conflitos que alteraram dinâmicas regionais e vazios de poder que deram origem a Estados falhados.

Veja ou reveja a primeira entrevista de Rui Rio depois de ter sido eleito presidente do PSD.

Na hora da despedida da liderança social-democrata, as juventudes partidárias olham para o legado do ex-primeiro-ministro, com uma pergunta em mente: se Portugal não falhou, o que dizer de Pedro Passos Coelho?

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.