Investigação e indústria dos videojogos em debate no Porto

| Cultura

A comunidade académica e empresarial que investiga e desenvolve videojogos vai reunir-se entre 02 e 04 de dezembro no Porto na 4.ª Conferência Anual em Ciência e Arte dos Videojogos, anunciou hoje a organização.

A Videojogos 2011 tem confirmadas as presenças de Don Marinelli, co-fundador e produtor executivo do Entertainment Technology Center da Universidade Carnegie Mellon, de Senta Jakobsen, da Ngmoco, de Ricard Pillosu, da Crytek, e de Jean-Luc Duprat, da Intel.

Samuel Junqueira (Sapo), Monchu Chen (Madeira ITI), Diego Gutierrez (Universidade de Saragoça), Xenxo Alvarez (Face in Motion), Bruno Ribeiro (Seed Studios), Ricardo Flores Santos (Biodroid) e Helena Correia Mendonça (VdA) são outros conferencistas esperados.

"Num país onde a indústria de produção de jogos eletrónicos não é abundante, esta iniciativa toma uma importância fundamental no sentido de reunir a comunidade técnica e científica da área, constituindo um excelente fórum de partilha de experiências e de alavancar essa mesma produção", refere a organização, em comunicado.

A conferência é organizada pelas faculdades de Ciências e de Engenharia da Universidade do Porto, Sociedade Portuguesa de Ciências de Videojogos e Instituto de Telecomunicações, com o apoio dos programas Carnegie Mellon Portugal e UT Austin Portugal e de outras instituições e empresas.

"Durante a conferência vão realizar-se palestras e workshops, torneios dedicados a `gamers`, concursos e eventos sociais que vão permitir o máximo de `networking`", salienta a fonte.

Metodologia na conceção de jogos digitais, Interface, interação, ergonomia e usabilidade, Narrativa, história e personagens, Arte, estética e design, Experiência de jogo e entretenimento, e Estudos sociais, culturais e de comunidades são alguns dos temas em debate.

Os conferencistas vão analisar também modelos de negócio para os videojogos, a convergência com cinema, banda desenhada, artes visuais, música, literatura e publicidade, a prototipagem, a realidade virtual e aumentada, a inteligência artificial e a computação gráfica, afetiva e móvel.

Tópicos:

Carnegie Mellon Senta Jakobsen Ngmoco Ricard Pillosu, Ciências, Don, Flores, Jean Luc Duprat Intel Samuel, Motion Bruno,

A informação mais vista

+ Em Foco

O ministro dos Negócios Estrangeiros considera, em entrevista à Antena 1, que Portugal tem a vantagem de não ter movimentos populistas organizados.

    Segundo um relatório da Amnistia Internacional, o número de mulheres vítimas de violência doméstica em Portugal continua elevado.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

        Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.