Paredes de Coura lança residências artísticas para jovens dedicadas ao rock

| Cultura

A Câmara de Paredes de Coura vai lançar em dezembro, durante a pausa letiva do Natal, uma residência artística dedicada ao rock e destinada a jovens entre dos 14 aos 18 anos, revelou hoje à Lusa o autarca local.

"É um projeto que nasce com o objetivo de ocupar as férias dos jovens de forma lúdica, pedagógica e artística. Se queremos uma sociedade com futuro temos que investir nos jovens e nos seus anseios mas de forma séria", afirmou Vítor Paulo Pereira.

A Escola do Rock vai decorrer de 17 a 21 de dezembro, durante as férias de Natal do calendário escolar 2014-2015 e é aberta a jovens de todo o país. As inscrições abrem domingo, limitadas a 30 participantes.

Durante cinco dias terão formação intensiva, experimentação e partilha, que culminarão com a produção e gravação de um álbum e com a apresentação de um espetáculo final no centro cultural da vila.

O autarca socialista adiantou que o projeto "faz todo o sentido" num concelho que é palco, todos os verões, de um dos maiores festivais de música do país.

"Naturalmente que temos que aproveitar este pulsar e essa dinâmica artística", sublinhou, adiantando que a dinamização económica e social do concelho é também uma das apostas do projeto.

"Atrás dos jovens que vêm para a Escola do Rock vêm os pais. Isso vai ajudar a criar uma dinâmica económica e social. Teremos uma vila com gente, com vida e mais criativa e é isso que queremos para o futuro do concelho", disse.

O município vai investir cerca de 20 mil euros no projeto além do apoio logístico, disponibilizando os equipamentos municipais para alojamento e refeições.

Vítor Paulo Pereira adiantou que este é um projeto com "continuidade" estando previsto a sua realização noutros períodos de férias escolares.

Segundo o diretor artístico, Nuno Lopes, do Space Ensemble, a Escola do Rock permitirá a um conjunto de jovens provenientes de todo o país, desenvolver competências musicais e criativas, em especial na área da música rock.

"É um projeto dirigido a jovens que tenham a música como um "hobbie" ou aos que estejam até a pensar numa carreira na música. Com este projeto vão poder conviver com novos músicos e contatar com músicos experimentes", explicou.

Em paralelo, e para o público em geral decorrerão concertos de bandas já reconhecidas no panorama nacional, como os The Glockenwise ou The Lazy Faithful, demonstrações de instrumentos, `workshops` de produção musical com Stereoboy e Soundmaker e sessões de cinema alusivas ao tema, num ciclo concebido em parceria com o Canal180.

A 08 dezembro serão divulgados os 30 participantes que serão escolhidos por um júri constituído por elementos da Câmara Municipal e do Space Ensemble.

O preço de participação é de 50 euros, dando acesso a todo o programa de formação, assim como a todas as atividades paralelas. Para quem precisar de com estadia e alimentação, o preço é de 100 euros.

Tópicos:

Canal, Paredes Coura Câa Paredes, Stereoboy,

A informação mais vista

+ Em Foco

Parece uma guitarra portuguesa, mas também se assemelha à elétrica. No fundo, o guitolão elétrico acaba por ser uma mistura dos dois instrumentos.

Um dia que ficará para a história. O dia em que um dos monumentos mais emblemáticos do Mundo foi apanhado pelo fogo.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.