Relato de uma espia e ex-amante de Fidel Castro entre as novidades da Planeta Editora

| Cultura

O relato de uma ex-amante de Fidel de Castro e a história de uma norte-coreana que fugiu do regime de Pyongyang, entre as novidades da Planeta Editora, que incluem quatro novos romances.

Até ao final do ano, a editora conta ainda publicar o "Guiness world of records 2016", oito títulos na área infanto-juvenil e a reedição de "A mão esquerda de Deus", de Pedro Almeida Vieira.

Em setembro vai sair o sexto volume da série histórica "A guerra dos primos", intitulado "A maldição do rei", da autora britânica Philippa Gregory, numa tradução de Mário Correia.

Em outubro, serão editados três novos títulos, entre eles, o romance finalista do Prémio Planeta de 2014, "A minha cor preferida é ver-te", de Pilar Eyre, que a editora apresenta como "autobiográfico", numa tradução de Ana Maria Pinto da Silva; outro é "O misterioso senhor G", estreia literária do espanhol Daniel Sánchez Pardos, que narra o ambiente catalão no século XIX, com personagens como o arquiteto Antoni Gaudí e o rei Afonso XIII, regressado do exílio. A tradução é também de Pinto da Silva.

Outro título, passado igualmente em ambiente histórico, é "Saudade", de Linda Holeman, a mesma autora de "O pássaro de Caxemira", que, desta feita, narra uma história em Lisboa no século XVIII, com feiticeiras, padres venais e o terramoto que praticamente destruiu a capital.

Na área da não-ficção, entre os seis títulos anunciados, é publicada a história de Heyonseo Lee, uma norte-coreana que fugiu do seu país, aos 17 anos, intitulada "A mulher com sete nomes", numa tradução de Victor Antunes, prevendo a Planeta que autora esteja em Lisboa nos dias 24 e 25 de setembro.

Outra obra de cariz biográfico, a sair em setembro, é "Eu fui a espia que amou o comandante", de Marita Lorenz, uma alemã, atualmente com 75 anos, que relata a sua história. Aos 19 anos foi amante do líder cubano Fidel Castro e responsável por uma tentativa do seu assassinato. Marita foi também amante do ditador venezuelano Marcos Pérez Jiménez, de quem teve uma filha. A tradução da obra é de Manuela Marques.

Neste segmento estão ainda previstos os títulos "Pares difíceis", de Sandra Duarte e Sara Almeida Leite, "Mulheres que correm", de Cristina Mitre, e "Isto não é um livro", de Keri Smith, todos a publicar em setembro; e, em outubro, "Os grandes traidores da História de Portugal", de Sérgio Luís Carvalho.

No segmento infanto-juvenil são publicados os dois volumes, em setembro e novembro, de "As aventuras do jovem Jules Verne", do Capitão Nemo, numa tradução de Maria da Graça Pinhão. No mesmo mês - e em novembro - são publicados os títulos "A feiticeira das chamas" e "A feiticeira do som", da série "Princesas do Reino da Fantasia".

Em outubro são editados quatro títulos, designadamente, "A dupla terrível", de Jorry John e Mac Barnett, o quinto volume de "Gatos guerreiros", de Erin Hunter, "A casa de Hades", de Rick Riordan, e "Diário Rebigodudo", de Geronimo Stilton.

Finalmente, ainda neste segmento editorial, em novembro, é publicado "Agatha mistery -- Especial Natal", de Sir Steve Stevenson.

A Planeta anunciou ainda a edição de uma "linha de ficção com aventuras passadas no universo Minecraft", um jogo de blocos criado por Markus `Notch` Persson, que se desenvolveu a partir de 2009, publicando ainda "livros não oficiais com truques muito bem explicados".

Tópicos:

Caxemira, Cristina Mitre, Hades Rick Riordan, Natal Sir Steve Stevenson, Planeta, Rebigodudo, Sérgio, Verne,

A informação mais vista

+ Em Foco

A primeira-ministro britânica descarta um segundo referendo, por considerar que não vai solucionar a encruzilhada que o Reino Unido enfrenta.

Xi Jinping passou dois dias em Lisboa, na primeira visita de Estado a Portugal desde que é Presidente da República Popular da China. Foram assinados vários acordos bilaterais.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      O processo de degelo na Gronelândia acelerou substancialmente nas últimas décadas. Os investigadores alertam para o perigo da subida do nível da água do mar.