Yola Semedo arrecada quatro prémios e vence terceiro Angola Music Awards

| Cultura

A artista Yola Semedo foi a grande vencedora da terceira edição do Angola Music Awards, que se realizou na noite de sábado em Saurimo, arrecadando quatro estatuetas, nomeadamente a de cantora feminina e álbum do ano.

A cantora angolana era já a grande nomeada da noite, concorrendo em sete categorias nesta terceira edição da gala, marcada pela descentralização do evento, neste caso para a capital da província da Lunda Sul, a cerca de 1.000 quilómetros de Luanda.

Durante a gala, questionada pela agência Lusa, Yola Semedo disse que o último ano foi de sucesso, comprovado com as nomeações que o novo trabalho discográfico recebeu.

"Foi, acho que sim. Abracei este projecto com muito carinho e aqui está a grande resposta do sacrifício feito", disse a cantora.

Yola Semedo venceu ainda nas categorias de melhor tema do ano nos estilos kizomba, com "Volta amor", e semba, com "Você me abana".

Outras vozes femininas estiveram igualmente em destaque entre os premiados, como Anna Joyce e Bruna Tatiana, bem como a dupla NGA, distinguida com a melhor canção rap/hip-hop e artista masculino do ano.

Durante a gala, a organização atribuiu ainda o Prémio Carreira ao cantor Bonga.

Esta edição do Angola Music Awards foi a primeira a realizar-se fora de Luanda, o que levou milhares de pessoas a concentrarem-se no exterior do recinto do evento, em Saurimo, obrigando à intervenção policial, inclusive do corpo de intervenção.

O evento foi organizado pelo grupo Mener, este ano em parceria com o Governo Provincial da Lunda Sul e com o Ministério da Cultura e da Juventude e Desportos.

Angola Music Awards 2015 - premiados

Melhor Produtor Musical: "Filho dessa luta" - Mvula/Miguel Camilo.

Álbum do Ano: "Filho Meu" - Yola Semedo.

Grupo do Ano: "Kwatsiru" - Tchobari.

Melhor Música Popular do Leste de Angola: "É mamé" - Lemba Catchiokwe.

Melhor música Popular do Norte de Angola: "Matonti" - Kyaku Kyadaff.

Melhor Semba: "Você me abana" - Yola Semedo.

Melhor Gospel: "Meu Tudo" - Angospel.

Melhor Afro-Jazz/ World Music: "Ame Ndu Ku Sole" - Totó ST.

Melhor Afro-House/ Dance: "Encosta na dama do outro" - Bebucho Q Kuia.

Melhor Rap/Hip-Hop: "Mesmo Assim" - NGA

Artista Revelação do Ano: Anna Joyce.

Melhor R&B/ Soul: "Curtição (A resposta)" - Anna Joyce.

Artista Feminina do Ano: Yola Semedo.

Música D`Ouro: "Santo António do Zaire" - Ricardo Lemvo.

Melhor Kuduro: "São vocês" - Pai Latifa.

Melhor Videoclip Musical: "Amor Robótico" - Coréon Dú

Melhor DJ: DJ Paulo Alves.

Melhor Kizomba: "Volta amor" - Yola Semedo.

Artista Masculino do Ano: NGA.

Música do Ano: "Meu Tudo" - Bruna Tatiana.

Tópicos:

Afro Jazz World Music Ame Ndu Ku Sole Totó ST, Anna Joyce, Juventude Desportos Music Awards, Lunda, Music Awards Saurimo, Popular, Provincial, Videoclip Musical Amor Robótico Coréon DúMelhor DJ DJ Alves, Zaire Lemvo,

A informação mais vista

+ Em Foco

A Girl Move Academy existe há quatro anos com o objetivo de criar uma geração de mulheres líderes. É um “movimento de capacitação e investimento da mulher”.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      A menos de 100 quilómetros da fronteira com a Síria, a cidade turca de Gaziantep é uma terra de tradições e sabores.

      Fotografias da autoria do artista berlinense Martin Dammann lançam luz sobre o lado mais obscuro da Wehrmacht.