Novo acordo ortográfico com prós e contras

| Debates
Novo acordo ortográfico com prós e contras

Malaca Casteleiro, Luís Filipe Redes e Nuno Pacheco apresentam diferentes visões quanto ao novo acordo ortográfico.

Neste debate moderado pelo jornalista da Antena 1 Nuno Rodrigues, os três interlocutores apresentam os seus argumentos neste dia em que chega ao fim o período de transição para a adoção do novo acordo ortográfico.

O linguista português Malaca Casteleiro afirma que esta “é a máxima unificação possível”, porque “há diferenças de pronúncia”.

Considerado o pai do acordo ortográfico, o professor universitário defende a mudança e lembra que este entendimento implicou cedências de um lado e de outro.

Luís Filipe Redes, da Associação de Professores de Português, admite que “há alguns erros que agora deixam de ser”, tendo em conta a mudança das regras das consoantes mudas. “Os miúdos não as escreviam e esse problema diminui”, reconhece.

O fundador do jornal Público Nuno Pacheco critica fortemente o novo acordo ortográfico, rebatendo os motivos apresentados pelos defensores. Por exemplo, o jornalista sublinha que as legendagens de filmes vão ser sempre diferentes.

Relacionados:

A informação mais vista

+ Em Foco

Em 9 de abril de 1918, a ofensiva alemã varre a resistência portuguesa. O dossier que se segue lança um olhar sobre o antes, o durante e o depois.

    Quase seis décadas depois, a Presidência de Cuba deixou de estar nas mãos de um membro do clã Castro.

    Kim e Donald passaram do insulto à vontade mútua de fazer história. Bem-vindos à era das ilusões.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.