Ações da petrolífera brasileira Petrobras disparam quase 10% após acordo da OPEP

| Economia

As ações da petrolífera brasileira Petrobras subiram quase 10% nas negociações de hoje à tarde, na sequência do acordo da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) para cortar a produção de petróleo pela primeira vez em oito anos.

Após vários dias de altos e baixos, as ações da maior empresa brasileira subiram bruscamente e lideraram os ganhos na bolsa de São Paulo, que avançava 2,19% às 15:00 horas locais (17:00 em Lisboa).

As ações preferenciais (de maior valor) da petrolífera subiam 9,58%, enquanto as ações ordinárias (com direito a voto) aumentaram 9,55%.

A OPEP anunciou hoje que alcançou um acordo para reduzir a sua produção em 1,2 milhões de barris por dia, limitando-a a 32,5 milhões de barris diários.

Na sequência do acordo, o preço internacional do petróleo manteve-se todo o dia em alta, o que tem um efeito positivo na Petrobras.

A informação mais vista

+ Em Foco

Um mês depois dos incêndios, ainda há raízes em combustão sob a terra no concelho de Pedrógão Grande. Reunimos aqui um conjunto de vídeos em 360 graus captados no local.

A 17 de junho, Portugal começou a assistir ao mais mortífero incêndio de sempre. A paisagem de Pedrógão Grande mantém-se em tons de sépia. Um cenário captado pelo fotojornalista Pedro A. Pina.

    Nos últimos dois anos a RTP ouviu três vozes com diferentes perspetivas do conflito israelo-palestiniano: Miko Peled, Shahd Whadi e Tamir Ginz.

    Natalidade, envelhecimento, turismo, agricultura, emigração, pobreza, saúde, desigualdades. A caminho das autárquicas a Antena 1 fixa o país em 20 retratos.