Ações da petrolífera brasileira Petrobras disparam quase 10% após acordo da OPEP

| Economia

As ações da petrolífera brasileira Petrobras subiram quase 10% nas negociações de hoje à tarde, na sequência do acordo da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) para cortar a produção de petróleo pela primeira vez em oito anos.

Após vários dias de altos e baixos, as ações da maior empresa brasileira subiram bruscamente e lideraram os ganhos na bolsa de São Paulo, que avançava 2,19% às 15:00 horas locais (17:00 em Lisboa).

As ações preferenciais (de maior valor) da petrolífera subiam 9,58%, enquanto as ações ordinárias (com direito a voto) aumentaram 9,55%.

A OPEP anunciou hoje que alcançou um acordo para reduzir a sua produção em 1,2 milhões de barris por dia, limitando-a a 32,5 milhões de barris diários.

Na sequência do acordo, o preço internacional do petróleo manteve-se todo o dia em alta, o que tem um efeito positivo na Petrobras.

A informação mais vista

+ Em Foco

A curda Mina Jaf é diretora da Women Refugee Route e trabalha com a ONU. Diz que quer mostrar às refugiadas que têm de sair das tendas dos campos e contar a violência de que são alvo.

    Em entrevista à Antena 1, a coordenadora do Bloco de Esquerda afirma não perceber a posição dos social-democratas sobre o salário do futuro presidente do conselho de administração da CGD.

    Um velho enigma pode estar explicado: por que continua a ilha de Santa Maria a erguer-se acima do nível do mar? Ricardo Ramalho resume para o RTP online a investigação mais recente sobre o tema.

      Uma rubrica do site da RTP e do Jornal 2 dentro do contexto evocativo do centenário da Grande Guerra. Emitida todas as segundas-feiras.