Ações da petrolífera brasileira Petrobras disparam quase 10% após acordo da OPEP

| Economia

As ações da petrolífera brasileira Petrobras subiram quase 10% nas negociações de hoje à tarde, na sequência do acordo da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) para cortar a produção de petróleo pela primeira vez em oito anos.

Após vários dias de altos e baixos, as ações da maior empresa brasileira subiram bruscamente e lideraram os ganhos na bolsa de São Paulo, que avançava 2,19% às 15:00 horas locais (17:00 em Lisboa).

As ações preferenciais (de maior valor) da petrolífera subiam 9,58%, enquanto as ações ordinárias (com direito a voto) aumentaram 9,55%.

A OPEP anunciou hoje que alcançou um acordo para reduzir a sua produção em 1,2 milhões de barris por dia, limitando-a a 32,5 milhões de barris diários.

Na sequência do acordo, o preço internacional do petróleo manteve-se todo o dia em alta, o que tem um efeito positivo na Petrobras.

A informação mais vista

+ Em Foco

Entrevista exclusiva de Rui Rio à editora de política da RTP Luísa Bastos.

Abrir uma torneira e vê-la jorrar água. É um ato tão comum que nunca imaginamos um dia em que tal quadro possa desaparecer. Algo que está prestes a tornar-se realidade na África do Sul.

    Foram sinalizados casos de mutilação genital numa escola da Baixa da Banheira. Uma associação trabalha com turmas. Ainda há rapazes que defendem a "submissão" como "saudável".

      Uma caricatura do mundo em que vivemos.