Ave obriga Airbus da TAP a aterrar de emergência em Luanda

| Economia

Avião fez aterragem de emergência no aeroporto de Luanda
|

Os passageiros do TP252 não ganharam para o susto, quando viram o Airbus da TAP em que viajavam ter de aterrar de emergência no Aeroporto de Luanda. Uma ave em voo chocou e penetrou no reactor do Airbus e levou o piloto a aterrar, por precaução, em Luanda.

O avião descolou do Aeroporto 4 de Fevereiro, na capital angolana pelas 07h30 locais (mesma hora em Lisboa). O voo que se destinava a Lisboa não durou muito. Voava há poucos minutos quando uma ave chocou com o reactor e provocou algumas avarias no mesmo. O comandante da aeronave de imediato procedeu às verificações que entendeu necessárias, mas optou por regressar ao aeroporto de Luanda para que posteriores verificações fossem feitas pela manutenção em terra.

A aterragem foi completamente normal e em total segurança, de acordo com fontes da transportadora nacional.

"O aparelho tinha acabado de levantar voo, quando uma ave entrou no  reactor. Imediatamente foram accionados todos os procedimentos. Um deles  é decidir voltar a aterrar para verificar danos", disse a mesma fonte. 

"O problema foi detectado em pleno voo e o avião regressou ao aeroporto de Luanda, onde estacionou às 07h55 horas locais", explicou ainda a fonte.

"Após dectectar o problema técnico, o comandante regressou à pista seguindo as normas de segurança internacionais", disse a fonte, adiantando que "não há feridos" a registar.

O avião foi entregue à manutenção. Os 250 passageiros e tripulantes estão, neste momento, a bordo do aparelho.

O porta-voz da TAP - Air Portugal, António Monteiro, garantiu à RTP que foram realizados todos os procedimentos para atacar o problema denominado 'bird strike', que tanto pode originar situações graves, - como a mais recente aterragem no rio Hudson, em Nova Iorque, do avião da US Airways - ou apenas incidentes. 

Não desvalorizando o problema que as aves colocam à aviação, António Monteiro realçou que nunca o avião esteve em "perigo iminente", e que a tripulação, informada pelo comandante de que iriam regressar ao aeroporto de Luanda, devido a uma pequena avaria técnica, reagiram normalmente e não se registaram situações de pânico a bordo do Airbus.




Tópicos:

TAP,

A informação mais vista

+ Em Foco

A primeira-ministro britânica descarta um segundo referendo, por considerar que não vai solucionar a encruzilhada que o Reino Unido enfrenta.

Xi Jinping passou dois dias em Lisboa, na primeira visita de Estado a Portugal desde que é Presidente da República Popular da China. Foram assinados vários acordos bilaterais.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      O processo de degelo na Gronelândia acelerou substancialmente nas últimas décadas. Os investigadores alertam para o perigo da subida do nível da água do mar.