Banco de Portugal estima queda de 1,9 por cento do PIB, quase o dobro do previsto pelo Governo

| Economia
Banco de Portugal estima queda de 1,9 por cento do PIB, quase o dobro do previsto pelo Governo

A ver: Banco de Portugal estima queda de 1,9 por cento do PIB, quase o dobro do previsto pelo Governo

O Banco de Portugal espera uma recessão de 1,9 por cento em 2013, quase o dobro do 1 por cento previsto pelo Governo, devido às medidas orçamentais e à desaceleração das exportações. No Boletim Económico de Inverno hoje publicado, o Banco de Portugal vai mais longe e considera que existe uma probabilidade de 55% de que o valor da recessão seja ainda pior que o estimado.

O banco central diz ainda que o consumo privado vai cair 3,6 por cento contra uma previsão de 2,2% feita pelo executivo. Regista-se uma queda no rendimento do portugueses e uma contração da procura interna.

A diferença nos números aumenta e muito se falarmos do investimento, pois o banco liderado por Carlos Costa diz que neste capítulo a queda é de 8,5 por cento, mais do dobro que prevê o Orçamento de Estado para 2013. Quanto às exportações, o Banco de Portugal admite que venham a crescer apenas 2% e não 3,6% como prevê Passos Coelho.

Relacionados:

A informação mais vista

+ Em Foco

Foi há 50 anos que o Homem partiu para a Lua. De Cabo Canaveral, nos EUA, seguiram três astronautas para colocar os nomes na história da humanidade.

Ouvido pela RTP, o artista chinês mostra-se convicto de que Hong Kong e Macau não serão, no futuro, controlados pela China.

Começa a legislatura do Parlamento Europeu saído das últimas eleições. Conheça aqui os eurodeputados portugueses e as suas prioridades.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.