Consumo de energias renováveis atingiu recorde do ano em novembro

| Economia

O consumo de energia de origem renovável atingiu em novembro o valor mais elevado do ano, de acordo com a informação disponibilizada no `site` na Internet da REN -- Redes Energéticas Nacionais.

Para este crescimento do peso das renováveis contribuíram as centrais eólicas, que atingiram a produção mensal mais elevada de sempre, representando quase 30% do consumo de energia em novembro.

No conjunto, a produção de origem renovável representou este mês 56% do consumo, que é o valor máximo do ano, de acordo com os dados da empresa gestora das redes energéticas nacionais.

No acumulado entre janeiro e novembro, o consumo de energia em Portugal foi abastecido maioritariamente com produção a carvão (25%), seguido do gás natural (21%) e energia eólica (20%). O consumo de energia hídrica contribuiu com 10%, a biomassa com 5% e a fotovoltaica apenas 1%. Já a importação abasteceu 16% do consumo.

Num ano marcado pela seca, a afluência aos aproveitamentos hidroelétricos (barragens) atingiu em novembro 85% dos valores normais para a época, sendo os mais elevados de 2012.

Quanto ao consumo de energia, em novembro este continuou a contrair, mas segundo os dados da REN de forma menos acentuada do que nos outros meses, numa redução de 0,9% face ao período homólogo.

Também no acumulado dos 11 meses do ano caiu, neste caso 2,9%.

Tópicos:

REN Redes Energéticas,

A informação mais vista

+ Em Foco

A ONU alerta para um ano de grande instabilidade e de necessidades maiores por parte da população civil.

Em entrevista à Antena 1, o presidente do PS elogia a chamada "geringonça", mas coloca reservas quanto à hipótese de ter BE e PCP num futuro executivo socialista.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.