Deputados do PSD querem investigação à praia artificial de Mangualde

| Economia

Os deputados do PSD eleitos pelo círculo de Viseu anunciaram hoje que vão pedir a investigação do processo relativo à criação da praia artificial de Mangualde, que dizem ser uma Parceria Público Privada (PPP).

"A praia artificial é uma PPP que, no nosso entender, à imagem das realizadas pelos governos de José Sócrates, deve ser investigada, pois suscita a maior desconfiança e preocupação", referem os deputados do PSD, em comunicado.

Inaugurada no verão de 2011, a praia artificial (denominada Live Beach) representou um investimento de mais de 2,5 milhões de euros da empresa Live it Well Events, no âmbito de um contrato celebrado com a Câmara de Mangualde, válido por seis anos.

Os deputados do PSD consideram que se tratou "de um processo pouco transparente desde a sua constituição, não respeitando os procedimentos legais exigidos nestes atos".

"A falta de transparência e desconfiança agrava-se com o enorme atraso do senhor presidente da Câmara na apresentação de contas da praia solicitadas pelos vereadores do PSD. Contas posteriormente disponibilizadas, mas que não coincidem com o relatório e contas do município, nem com as cláusulas contratuais previstas no contrato da PPP", acrescentam.

Neste âmbito, os deputados dizem que se sentem obrigados a solicitar ao Tribunal de Contas, à Inspeção Geral de Finanças e à Inspeção Geral das Autarquias Locais a apreciação desta PPP.

"Trata-se de uma opção de desenvolvimento artificial, sem qualquer relevância estratégica para o concelho de Mangualde e um exemplo do esbanjamento dos dinheiros públicos em que os socialistas são paradigma", justificam.

Contactado pela agência Lusa, o presidente da Câmara de Mangualde, João Azevedo (PS), disse estar descansado relativamente a uma possível investigação.

"Estou completamente à vontade nesta matéria. O documento foi submetido ao gabinete jurídico da Câmara e levado a reunião de Câmara, onde foi aprovado pela maioria, com a abstenção dos vereadores do PSD", contou.

O autarca socialista frisou a importância deste projeto para o concelho, quer com a criação de postos de trabalhos, quer com os visitantes que atrai no verão, ajudando a dinamizar a economia local.

A praia artificial funciona durante os meses de verão, disponibilizando um areal, água salgada (com linha de simulação do horizonte), bares, uma área de espetáculos, tenda VIP, restaurante e "stands".

"Esses senhores deviam era vir a Mangualde falar de assuntos atuais que são penalizadores para o concelho, como a agregação das freguesias e o problema do tribunal (por causa da saída de Penalva do Castelo da comarca)", afirmou.

João Azevedo considerou que se os deputados do PSD pensam que com esta situação estão a ajudar a estrutura local do partido a ganhar força para as próximas eleições autárquicas "enganam-se, porque as pessoas de Mangualde não aceitam que existam tentativas de desinformação".

Tópicos:

Câa Mangualde Azevedo, Live Well Events, PPP,

A informação mais vista

+ Em Foco

A RTP ouviu os seis lideres partidários sobre temas que escapam aos programas políticos e que contribuem para definir o perfil dos candidatos.

    Uma sondagem da Universidade Católica aponta para o fim da hegemonia laranja na Madeira, apesar da vitória do PSD nas regionais (38%) do próximo domingo.

    Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.