Empresas de distribuição contra taxa sobre equipamentos de gravação

| Tecnologia
Empresas de distribuição contra taxa sobre equipamentos de gravação

Foto: Frank Rumpenhorst/EPA

As empresas de distribuição estão contra a nova taxa que o Governo pretende implementar sobre todos os equipamentos que permitam gravar ficheiros, nomeadamente telemóveis e tablets. O objetivo é pagar desta forma direitos de autor. A medida deve ser discutida esta quinta-feira em Conselho de Ministros.

A Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição considera que se trata da criação de mais um imposto e defende que desta maneira todos os consumidores são classificados como piratas.

A Associação para a Gestão da Cópia Privada contrapõe que esta é uma posição demagógica e lembra que a taxa existe noutros países sem provocar quebras no consumo.

(com Luís Soares)


Relacionados:

A informação mais vista

+ Em Foco

O economista guineense Carlos Lopes considera que a Europa tem discutido as migrações e outras questões africanas, sem consultar os africanos.

    A revelação foi feita durante uma entrevista exclusiva à RTP à margem da cimeira de CPLP, que decorreu esta semana em Cabo Verde.

    Em entrevista à RTP, Graça Machel revela que o grande segredo de Nelson Mandela era fazer sentir a cada pessoa com quem falava que era a mais importante.

    Apesar da legislação contra estas situações, os Estados Unidos são dos países que mais importam produtos em risco de serem produzidos através de trabalhos forçados.