Empresas do Parque de Tecnologia da Universidade do Porto geraram 31,85 milhões

| Economia

As empresas do Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto (UPTEC) representaram, em 2012, um impacto de 31,85 milhões de euros no Produto Interno Bruto (PIB), tendo criado, em seis anos, mais de mil postos de trabalho.

De acordo com um estudo da Faculdade de Economia da Universidade do Porto, as 113 empresas do UPTEC em 2012 geraram valor num total de 31,85 milhões de euros, para além de 6,25 milhões em termos de receitas fiscais.

Desde então, o número de projetos empresariais do UPTEC, onde a Delegação Regional do Norte da Agência Lusa está inserida, já subiu para 165 (dados de final de 2013), com as exportações a serem feitas para mais de 120 países.

"Em 2013, e no campo do financiamento, algumas das empresas instaladas no UPTEC captaram 6,7 milhões de euros em investimento e incentivos monetários para o desenvolvimento do seu negócio", revela a instituição em comunicado.

Dos projetos criados no âmbito do UPTEC, 22 já se "graduaram", ou seja, são "empresas que se deslocaram para instalações próprias por já se encontrarem dotadas de capacidades para se desenvolverem autonomamente no mercado", 10 das quais em 2012: 3Decide, A3S, Bilobite Engenharia, Energia Fundamental, Gisgeo, Kinematix, Netflow, S.P.O.T, Tweasy e Vitasensis.

Das empresas do UPTEC, a WiseNetworks foi escolhida para participar no StartupChile, recebendo um prémio de 29 mil euros, a Lapa arrecadou 73 mil euros na plataforma indiegogo e a Tweasy foi comprada pela Swisscom, enquanto a FYI foi adquirida pela Gema.

Para além das 21 distinções entregues a empresas do UPTEC, aquela estrutura foi galardoada com o prémio europeu RegioStars 2013, da Comissão Europeia, na categoria de Crescimento Inteligente.

O UPTEC mantém o objetivo de "ser, em 2020, um Parque de Ciência e Tecnologia de referência mundial, capaz de impulsionar a mudança e reinventar a economia da região e de Portugal".

Tópicos:

Ciência, Inteligente, Lapa, T Tweasy, UPTEC,

A informação mais vista

+ Em Foco

Em Pedrógão Grande, dois anos depois dos incêndios, quase só os estrangeiros são atraídos para a região.

Uma equipa da RTP acompanhou o curso dos novos seguranças pessoais, "sombras" de quem protegem.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.