Gestão da Caixa no BPN investigada pelo Ministério Público

| Economia
Gestão da Caixa no BPN investigada pelo Ministério Público

Foto: José Manuel Ribeiro/Reuters

O Ministério Público está a investigar a gestão feita pela Caixa Geral de Depósitos no BPN, nomeadamente porque foram concedidos 526 milhões de euros de crédito a cerca de 80 empresas, que deram apenas 81 milhões de euros como garantias.

A informação é avançada esta manhã pelo Diário de Notícias, que explica que os números fazem parte de documentos a que teve acesso e acrescenta que a Parvalorem – a empresa criada para gerir os ativos tóxicos do banco – já avançou com queixas-crime contra a antiga administração da entidade bancária.

Fonte ligada à administração do BPN, liderada por Francisco Bandeira, afirmou ao jornal que tinha ficado surpreendida com a iniciativa da Parvalorem.

(com Sandra Henriques)

A informação mais vista

+ Em Foco

Os dados do sistema de Informação de Fogos Florestais da União Europeia (EFFIS) indicam que só entre os dias 14 e 15 de outubro arderam em Portugal continental cerca de 200 mil hectares.

    Filipe Vasconcelos Romão, comentador de assuntos internacionais, refere que o artigo 155 da Constituição Espanhola será aplicado sem que haja qualquer lei de enquadramento.

    Impostos, orçamentos, metas para o próximo ano. A RTP descodifica a proposta de Orçamento do Estado apresentada pelo ministro das Finanças esta sexta-feira.

      Na primeira entrevista pós-autárquicas, à Antena 1, Jerónimo de Sousa não poupou nas palavras. Afirmou que o "Governo ficou mal na fotografia e subestimou a situação" dos fogos.