Greves paralisam amanhã comboios, metro, barcos e autocarros

| Economia

Greves paralisam amanhã comboios, metro, barcos e autocarros

Utentes vão sentir esta terça feira fortes perturbações nos transportes | Carris

As greves agendadas no setor dos transportes para os próximos dias vão levar a algumas perturbações com incidência na circulação de comboios da CP, no metro de Lisboa e ainda nos transportes coletivos do Porto e Lisboa. A CP prevê perturbações já para o dia de hoje, enquanto o metro da capital estará parado amanhã até às 10.30 horas da manhã. Já no Porto e em Lisboa o serviço de autocarros também vai sofrer alterações principalmente entre as 10 e as 16 horas.

HORÁRIO DA PARALISAÇÃO

CARRIS e STCP
Das 10.00 às 16.00 horas

CP
Das 5.30 às 8.30 horas
E das 17.30 às 20.30 horas

METRO
Das 6.00 às 10.00 horas

TRANSTEJO E SOFLUSA
Das 13.00 às 19.00 horas
A circulação de comboios deverá começar hoje a sofrer perturbações ao longo de todo o dia devido às greves agendadas para esta semana. Segundo anunciou a CP esta segunda-feira podem já ocorrer problemas nos serviços Alfa Pendular, Intercidades, Regional e Inter-regional.

Estão previstas supressões e atrasos com particular incidência nos períodos da tarde e da noite que vão igualmente atingir os Serviços Urbanos de Lisboa e Porto, prevendo-se nestes últimos maior incidência de supressões no período noturno com a empresa a prever que os últimos comboios deverão realizar-se entre as 22 e 23 horas.

AVISO CP
A CP informa que, por motivo de greves convocadas por diversas Organizações Sindicais, se prevê que ocorram perturbações na circulação de comboios em todos os serviços:
Supressão total ou quase total de comboios:
8 de Novembro – não se prevê a realização de comboios durante todo o dia;
11 de Novembro – perturbações durante o início da manhã e supressão de comboios a partir das 10h00 até ao final do dia.
Atrasos e supressões:
7 de Novembro – final do dia;
9 de Novembro – período da manhã;
10 de Novembro – pequenas perturbações;
12 de Novembro – perturbações pontuais no período da manhã.
Os problemas devem começar a surgir já hoje, mas a previsão é de que amanhã e sexta-feira sejam os dias mais complicados. Para amanhã está prevista a supressão total ou quase total de todos os comboios de passageiros da CP em todo o País e na sexta-feira as interrupções começam a partir das 12 horas.


A CP em comunicado avança ainda que na quarta-feira e no sábado "poderão ocorrer perturbações, atrasos e supressões, com particular incidência no período da manhã, prevendo-se a gradual normalização dos serviços ao longo do dia".

Metro parado em Lisboa
A greve é ainda extensiva ao metro de Lisboa com os trabalhadores daquela empresa a efetuarem greve entre as 6.00 e as 10 horas o que já levou a administração a anunciar que o serviço a prestar durante o dia de amanhã só estará normalizado a partir das 10.30 horas.

STCP e Carris com perturbações

O mesmo problema está previsto para o Porto com os serviços da Sociedade de Transportes Colectivos do Porto (STCP) a sofrerem perturbações entre as 10 e as 16 horas de amanhã devido à anunciada greve dos trabalhadores.

Mas neste caso a empresa assegura que prestará um serviço dentro dos parâmetros habituais nas chamadas horas de ponta, ou seja, ao princípio da manhã e fim de tarde.

Já a Carris fez saber que face à paralisação anunciada pelos sindicatos representativos dos trabalhadores da empresa para esta terça feira é provável a ocorrência de perturbações no serviço regular de transportes entre as 10 e as 16 horas, sobretudo nas carreiras 760, 108, 706, 738, 742, 751, 758 e 781. mesmo que a empresa tenha assegurado serviços mínimos.

Menos barcos no Tejo

Também os trabalhadores que garantem a travessia de barco do rio Tejo em Lisboa vão avançar para a greve no dia de amanhã entre as 13 e as 19 horas pelo que a administração da empresa já fez saber das alterações previstas nas carreiras das várias ligações fluviais.

Assim, a Transtejo e a Soflusa preveem alterações nas seguintes ligações e horários:
Ligação Montijo - C. Sodré: das 14h30 (ultimo barco) às 18h00 (primeiro barco)
Ligação C. Sodré - Montijo: das 13h00 (ultimo barco) às 18h00 (primeiro barco)

Ligação Barreiro - T. Paço: das 13h25 (ultimo barco) às 17h55 (primeiro barco)
Ligação T. Paço - Barreiro: das 13h50 (ultimo barco) às 18h20 (primeiro barco)

Ligação Seixal - C. Sodré: das 13h45 (ultimo barco) às 17h50 (primeiro barco)
Ligação C. Sodré - Seixal: das 13h25 (ultimo barco) às 17h55 (primeiro barco)

Ligação Cacilhas - C. Sodré: das 13h40 (ultimo barco) às 17h45 (primeiro barco)
Ligação C. Sodré - Cacilhas: das 14h00 (ultimo barco) às 18h00 (primeiro barco)

Ligação Trafaria - P. Brandão - Belém: das 13h30 (ultimo barco) às 18h30 (primeiro barco)
Ligação Belém - P. Brandão - Trafaria: das 14h00 (ultimo barco – com destino apenas ao P. Brandão) às 18h00 (primeiro barco)

O Grupo Transtejo fez ainda saber que caso se verifique a paralisação das carreiras, os Terminais serão encerrados nos períodos em causa, por questões de segurança.

Tópicos:

CP, Lisboa, Porto, STCP, autocarros, comboios, metro, transportes, greves,

A informação mais vista

+ Em Foco

Um estudo recente demonstra que pescar abaixo dos 600 metros de profundidade pode trazer graves problemas no ecossistema marinho.

    Milhares de migrantes procuram refúgio na Europa em fuga da guerra e da instabilidade no Médio Oriente e África.

      A rádio pública completou 80 anos. Assinalámos a data com cinco entrevistas e outras cinco reportagens.

        Tire uma fotografia, escreva um e-mail com nome, local e descrição e envie para ferias@rtp.pt.