Isabel dos Santos compra 10 por cento da Zon Multimédia

| Economia

Empresária angolana Isabel dos Santos tornou-se uma referência da Zon Multimédia
|

A sociedade Kento, da empresária angolana Isabel dos Santos, filha do presidente de Angola José Eduardo dos Santos, adquiriu 10 por cento das acções da operadora de telecomunicações Zon Multimédia. O investimento é de cerca de 164 milhões de euros o que faz da empresária uma accionista de referência da empresa portuguesa.

O anúncio foi feito em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) onde se dá conta de que a Kento Holding Limited assinou um contrato de compra e venda para a compra de 4,53 por cento de acções próprias da Zon, bem como de participações até agora detidas pela Caixa Geral de Depósitos de 2,5 por cento e ainda os 2,97 por cento da Cinveste.

"Este preço representa um prémio de 26,4 por cento relativamente ao preço de fecho da última sessão e um prémio de 18,9 por cento relativamente ao preço médio de fecho dos últimos 3 meses", esclareceu igualmente a Zon em comunicado enviado à CMVM.

Com este acordo, que terá ainda de ser aprovado pela assembleia-geral de accionistas, a ZON deixará de deter quaisquer acções próprias, mas com o capital próprio da Zon Multimédia a crescer 74,2 milhões de euros, aumentando "de forma notória" o rácio de capitais próprios da empresa e permitindo reduzir "de forma substancial" o endividamento líquido e os encargos associados ao serviço da dívida.

Investimento bem acolhidoO conselho de Administração da Zon, pela voz do seu presidente, Daniel Proença de Carvalho, já fez saber que "a entrada no capital da ZON da engenheira Isabel dos Santos é muito bem acolhida pela generalidade dos nossos maiores accionistas e pelo Conselho de Administração".

Já a Kento Holding Limited, detida a 100 por cento pela empresária angolana Isabel dos Santos, considerou que o investimento na Zon é uma "demonstração de confiança" na economia e empresas portuguesas.

Em comunicado, a Kento anunciou a intenção de investir 164 milhões de euros na compra de 10 por cento de acções da Zon Multimédia, assim como faz referência a que este investimento é "um marco significativo no aprofundamento e na diversificação do relacionamento com entidades de referência em Portugal".

Ainda para a empresa de Isabel dos Santos "esta operação e uma eventual futura representação da Kento no conselho de administração da Zon Multimédia concretizam um reforço da parceria que já existe em Angola, na empresa que prepara o lançamento da oferta de TV paga naquele país".

Recorde-se que a Kento de Isabel dos Santos, com sede em Malta, detém uma participação relevante na Galp Energia, em Portugal, e vários investimentos na exploração e produção de energia em Angola, enquanto na banca é accionista de referência dos bancos comerciais angolanos BIC e BFA e, em Portugal, do BPI e do BIC Portugal.

Na indústria, controla a empresa proprietária da maior cimenteira de Angola e no sector das telecomunicações detém posições em Angola, na Unitel e na empresa que está a lançar a oferta de TV paga e, a partir de agora, na Zon Multimédia, em Portugal.

Acções da Zon a subirJá esta manhã e meia hora depois da abertura da sessão da Bolsa de Lisboa, a praça portuguesa seguia com as acções da Zon Multimédia a disparar para 5,69 por cento, para 4,433 euros depois se terem cotado nos 8,49 por cento nos primeiros minutos da sessão.

Recorde-se, no entanto, que a ratificação da compra das acções de parte do capital da Zon por Isabel dos Santos terá de ser feita em Assembleia-Geral já que os títulos foram adquiridos no âmbito do programa de compra de títulos para remunerar os accionistas da Zon Multimédia, não devendo haver resistência por parte dos mesmo, pois a CGD, BPI, Cofina e Joaquim Oliveira, accionistas de referência, terão dado o seu aval à operação.

De entre as acções do PSI 20, a Zon era o título que esta manhã seguia a ganhar mais terreno (5,69 por cento), ao transaccionar 481.093 acções, no valor de 2.159.288 euros.

Tópicos:

Angola, Isabel dos Santos, Zon Multimédia,

A informação mais vista

+ Em Foco

Neste Manual do Brexit, explicamos em 12 pontos o que está em causa e os cenários que se colocam.

    Rosa Luxemburgo, "uma das melhores cabeças do socialismo internacional", foi assassinada há 100 anos.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

        Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.