OPEP chegou a acordo para limitar produção de petróleo

| Economia

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) anunciou hoje que alcançou um acordo para reduzir a sua produção em 1,2 milhões de barris por dia, limitando-a a 32,5 milhões de barris diários.

"Conseguimos alcançar um acordo", declarou o ministro da Energia do Qatar, Mohammed Saleh al-Sada, que preside à conferência da OPEP, após uma reunião dos 14 países do cartel em Viena.

Paralelamente, a Rússia "comprometeu-se a reduzir em 300 mil barris" a sua produção, ou seja, metade da redução pedida aos países que não fazem parte da OPEP, acrescentou.

A redução da produção da OPEP será "de 1,2 milhões de barris por dia, para um limite de 32,5 milhões de barris por dia", precisou o ministro, explicando que o acordo tem efeitos a partir de "1 de janeiro de 2017".

Os países da OPEP têm feito várias diligências nos últimos dois meses para alcançar um acordo sobre as modalidades de redução da produção, com o objetivo de aumentar os preços, numa altura em que existe um excesso de oferta.

 

 

Tópicos:

OPEP, Qatar Mohammed Saleh,

A informação mais vista

+ Em Foco

Foi considerado o “pior dia do ano” em termos de fogos florestais, com a Proteção Civil a registar 443 ocorrências. Morreram 45 pessoas. Perto de 70 ficaram feridas. Passou um mês desde o 15 de outubro.

    Todos os anos as praias portuguesas são utilizadas por milhões de pessoas de diferentes nacionalidades e a relação ambiental com estes espaços não é a mais correta.

      Doze meses depois da eleição presidencial de 8 de novembro de 2016, com Donald Trump ao leme da Casa Branca, os Estados Unidos mudaram. E o mundo afigura-se agora mais perigoso.

        Uma caricatura do mundo em que vivemos.