Pastel de nata de vinho do Porto pensado na Guarda chega às ruas em janeiro

| Economia

Um empreendedor da Guarda `casou` o tradicional pastel de nata com o internacional vinho do Porto e fez nascer um produto que irá distribuir pelas ruas da cidade do Porto, numa moto `Piaggio`, a partir de janeiro de 2017.

O pastel de nata do vinho do Porto foi pensado por Fernando Gomes, um empreendedor de 38 anos, que nasceu no Douro, mas que reside na cidade da Guarda há largos anos.

"Despedi-me do meu anterior serviço, onde trabalhei 10 anos, e decidi dedicar-me a um projeto próprio, assente no conceito de `food truck`, que promete dar um cunho diferenciador ao afamado pastel de nata tal como o conhecemos", referiu.

Ao projeto deu o nome de Companhia da Nata, com estreia marcada para sexta-feira, no Encontro com o Vinho e Sabores, que se realiza no Centro de Congressos de Lisboa.

"Este produto foi idealizado na Guarda, com o Douro e Porto no coração, mas terá como primeiro destino Lisboa, a cidade berço do pastel de nata. Em janeiro de 2017, chegará às principais ruas do Porto e norte", revelou.

Em declarações à agência Lusa, Fernando Gomes explicou que o pastel de nata de vinho fino tem por base uma massa folhada, delicada e crocante, trabalhada manualmente.

"O creme manterá o aveludado e os aromas capazes de seduzir o palato mais exigente, traduzindo os aromas intemporais de um Porto Fine Tawny. É uma dupla perfeita que agora se conjuga num produto singular e sedutor", acrescentou.

Para além da proposta de "um produto singular", Fernando Gomes pensou ainda numa forma original de chegar aos consumidores, que nem vão precisar de ir à procura do pastel de nata de vinho do Porto.

"Servindo-me de uma moto `Piaggio`, irei ao encontro dos apreciadores destas iguarias, que serão servidas prontas na hora. Numa primeira fase, os dias serão passados entre a Estação de São Bento, Torre dos Clérigos, Rua de Santa Catarina e toda a área ribeirinha até à Fortaleza de S. João da Foz", avançou.

De acordo com o empreendedor, esta é uma área de negócio que ainda se encontra por explorar em Portugal, mas que já está implementada em vários países do continente americano.

"Na minha opinião, somos um país que facilmente vai buscar a opções gastronómicas a outras culturas, mas não levamos as nossas riquezas ao resto do mundo. A minha ideia passa um bocadinho por dar a conhecer a todos os que visitem o Porto e também o norte de Portugal um casamento que é perfeito entre dois produtos distintivos", evidenciou.

A acompanhar o novo pastel de nata, os consumidores terão ainda como proposta degustar um vinho do Porto `a copo`.

O projeto de Fernando Gomes conta com o apoio da produtora de vinhos Quevedo e da Turismo Porto e Norte, ao integrar o Plano Estratégico Nacional para o Turismo, na vertente de Gastronomia e Vinhos.

Tópicos:

Bento Torre, Fortaleza, Gastronomia,

A informação mais vista

+ Em Foco

Um mês depois dos incêndios, ainda há raízes em combustão sob a terra no concelho de Pedrógão Grande. Reunimos aqui um conjunto de vídeos em 360 graus captados no local.

A 17 de junho, Portugal começou a assistir ao mais mortífero incêndio de sempre. A paisagem de Pedrógão Grande mantém-se em tons de sépia. Um cenário captado pelo fotojornalista Pedro A. Pina.

    Nos últimos dois anos a RTP ouviu três vozes com diferentes perspetivas do conflito israelo-palestiniano: Miko Peled, Shahd Whadi e Tamir Ginz.

    Natalidade, envelhecimento, turismo, agricultura, emigração, pobreza, saúde, desigualdades. A caminho das autárquicas a Antena 1 fixa o país em 20 retratos.