Preços do petróleo em alta na Ásia impulsionados por dados económicos positivos da China

| Economia

Os preços do petróleo estavam hoje em alta no mercado asiático, impulsionados pela retoma do forte crescimento da produção industrial na China, um indicador positivo para o país, o maior consumidor mundial de energia.

O barril de "light sweet crude" para entrega em janeiro valorizava 29 cêntimos para 86,22 dólares norte-americanos, enquanto o barril de Brent do Mar do Norte, para entrega no mesmo período, ganhava 39 cêntimos até aos 107,41 dólares.

"O petróleo estava em alta em reação aos novos indicadores económicos positivos na China", avaliou Victor Shum, analista chefe da IHS Inc, um gabinete de consultores de energia, citado pela agência noticiosa francesa AFP. "Parece que a China se recupera e que a economia se recupera perante os números da produção industrial", acrescentou o responsável.

Os dados da produção industrial chinesa, publicados no domingo, apontam para um acentuado crescimento em novembro face ao período homólogo do ano passado, o qual foi superior a 10 %.

A China já não registava um aumento anual da sua produção industrial de dois dígitos desde março.

Na sexta-feira, o petróleo estava em baixa no final das sessões de Londres e Nova Iorque, devido aos receios sobre a procura na Europa e nos Estados Unidos.

Tópicos:

Brent,

A informação mais vista

+ Em Foco

Cavalo de Troia. Mãe de todos os tratados. As designações ficam aquém do que está a ser forjado por Washington e Bruxelas.

    Uma rubrica do site da RTP e do Jornal 2 dentro do contexto evocativo do centenário da Grande Guerra. Será emitida todas as segundas-feiras.

      Desde que saiu do Real Madrid para voltar ao Chelsea (de onde foi despedido uma segunda vez), o nome do português foi sempre cogitado para a sucessão de Sir Alex Ferguson.

        Há 90 anos foi criada a primeira polícia política destinada a proteger a ditadura criada nesse ano. A RTP começa agora a emitir uma série de nove episódios sobre a história dessa polícia.