Primeiro avião elétrico chinês recebe luz verde para comercialização

| Tecnologia

O primeiro avião elétrico chinês, denominado RX1E, recebeu o certificado oficial de voo e já pode ser comercializado, informou a imprensa oficial, citada pela agência espanhola Efe.

Trata-se de um pequeno aparelho de dois lugares que pode alcançar a velocidade máxima de 160 quilómetros por hora e tem uma autonomia de 40 minutos, com as baterias completamente carregadas.

O aparelho, que pesa 480 quilos, vai ser lançado no mercado pelo valor correspondente a 156.700 dólares (138.489 euros ao câmbio atual). Segundo os seus criadores, recarregar as baterias custa apenas cinco yuan (0,8 dólares ou 0,7 euros).

Os promotores do avião estimam que o mercado chinês possa absorver cerca de mil unidades e estão a avaliar a possibilidade de exportação para a Europa e Estados Unidos.

A informação mais vista

+ Em Foco

Foi considerado o “pior dia do ano” em termos de fogos florestais, com a Proteção Civil a registar 443 ocorrências. Morreram 45 pessoas. Perto de 70 ficaram feridas. Passou um mês desde o 15 de outubro.

    Todos os anos as praias portuguesas são utilizadas por milhões de pessoas de diferentes nacionalidades e a relação ambiental com estes espaços não é a mais correta.

      Doze meses depois da eleição presidencial de 8 de novembro de 2016, com Donald Trump ao leme da Casa Branca, os Estados Unidos mudaram. E o mundo afigura-se agora mais perigoso.

        Uma caricatura do mundo em que vivemos.