S&P mantém inalterado `rating` de Espanha após pedido de resgate à banca

| Economia

A agência de notação financeira Standard & Poor`s (S&P) manteve hoje inalterada a nota da Espanha após a decisão do país de pedir um regate internacional, até 100 mil milhões de euros, destinado a recapitalizar a banca.

"A decisão do Governo espanhol (...) não tem efeito imediato sobre as nossas classificações para Espanha", disse em comunicado a agência de `rating`, que mantém a atribuição ao país da nota `BBB+`, dentro do grau de investimento.

Ainda segundo a empresa de notação de risco, o valor máximo do empréstimo que poderá ser atribuído à Espanha cobre as necessidades estimadas, quer no cenário-base da Standard & Poor`s, quer num cenário de agravamento das perdas de crédito.

Caso a Espanha recorra à totalidade dos 100 mil milhões de euros postos à sua disposição, a Standard & Poor`s estima que a dívida pública do país vai superar os 80 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) entre 2012 e 2014.

A Espanha fez este fim-de-semana um pedido formal de ajuda financeira externa para salvar o sistema bancário do país, num programa que pode ascender a 100 mil milhões de euros.

O valor final será determinado depois de concluídas as avaliações independentes ao sistema solicitadas por Madrid.

Tópicos:

Interno Bruto PIB, Standard & Poor,

A informação mais vista

+ Em Foco

Em 9 de abril de 1918, a ofensiva alemã varre a resistência portuguesa. O dossier que se segue lança um olhar sobre o antes, o durante e o depois.

    Quase seis décadas depois, a Presidência de Cuba deixou de estar nas mãos de um membro do clã Castro.

    Porto Santo tem em curso um projeto para se transformar na primeira ilha do planeta livre de combustíveis fósseis.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.